PublicidadeNEC

Equipe do futebol amador joga com 12 ‘titulares’ em torneio Máster

Episódio inusitado foi registrado durante a rodada do final de semana

Por: Redação NEC em 21/02/2017 10:30:25 atualizado em 01/11/2018 12:44:53

Equipe do futebol amador joga com 12 ‘titulares’ em torneio Máster
Situação inusitada foi registrada na equipe máster do Olinda - Foto: Arquivo NEC

A segunda rodada do Campeonato Amador Master de Ponta Grossa contou com um episódio inusitado na partida entre Olinda e América, realizada no último domingo (19), no Estádio André Mulaski, em Olarias. O Olinda atuou boa parte da primeira etapa com 12 atletas em campo. O ‘elemento a mais’ teria sido observado por um dirigente da equipe adversária.


Segundo relatos de quem acompanhou a vitória do América por 3 a 1, o Olinda atuou com 12 jogadores até os 37 minutos do primeiro tempo. O jogador Abel não foi observado pelo árbitro Jeferson Dario Niz e nem por representantes da Liga de Futebol. O alerta veio então das arquibancadas.


“Eu cheguei atrasado e fiquei sabendo depois do que tinha acontecido. Nós não podemos tirar a nossa responsabilidade diante do que aconteceu e nem culpar somente a arbitragem ou os representantes da Liga. Quando eu cheguei lá, cobrei uma explicação do pessoal, pois isso não pode ocorrer”, explica o representante do Olinda, Valter Oliveira.


De acordo com o presidente da Associação de Representantes e Árbitros de Ponta Grossa, Luiz Marcelo Casagrande, o ‘intruso’ não ficou em campo durante os 37 minutos. Ele teria permanecido no gramado, na verdade, por 17 minutos.


“O árbitro fez a contagem antes de começar a partida e viu que estava tudo certo. O jogador do Olinda se aproveitou da parada técnica aos 20 minutos e entrou em campo. O árbitro recebeu então o comunicado de que havia um jogador a mais. Como está no regulamento, foi dado o cartão amarelo e o atleta saiu de campo”, detalha Casagrande.


A súmula da partida deve ser entregue à Liga nesta terça (21) e o caso pode ser julgado pelo Tribunal de Justiça da entidade. “A partir do momento em que o relatório for entregue, ele vai para a comissão jurídica. O atleta pode ser enquadrado por invasão de campo e por atuar sem estar relacionado”, explica Luiz Marcelo Casagrande.


O presidente da Liga, Romildo Freitas, confirmou ao Net Esporte Clube que está apurando todas as informações e destacou que só tomará uma posição oficial a partir do momento em que o relatório do árbitro for encaminhado ao órgão.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Amador/3996/Equipe-do-Amador-joga-com-12-titulares-em-torneio-Master" data-text="Equipe do futebol amador joga com 12 ‘titulares’ em torneio Máster">
PublicidadeNEC