Para retomar Futebol Amador, Liga sugere que atletas atuem com máscara

Infectologista alerta: máscaras úmidas perdem a eficiência na prevenção

Para retomar Futebol Amador, Liga sugere que atletas atuem com máscara

Os jogos do Campeonato Amador de 2020 estão suspensos desde 18 de março - Foto: João Guilherme Castro

A Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa quer retomar os jogos do campeonato entre o final de abril e o início do mês de maio. A organização do torneio estuda alternativas para que o Amador não ultapasse quatro rodadas de atraso. A ideia inicial da Liga dada aos times para que o calendário retorne no dia 26 de abril ou 1º de maio é que todos os atletas entrem em campo usando máscaras. 

O Presidente da Liga de Futebol Amador de Ponta Grossa, Cesar Roberto Pitela, informou ao Net Esporte Clube, por telefone, que esta foi uma sugestão dada por ele e que ainda aguarda respostas de autoridades ligadas ao Ministério Público e à Federação Paranaense de Futebol Amador. "Não posso tomar nenhuma atitude. Alguns times acharam interesse mas isso precisa ser unanimidade. Vamos ver se vamos conseguir", disse.  

O Campeonato Amador parou na 5ª rodada. Por enquanto, a maior probabilidade é do retorno no início de maio, mas a decisão só deve ser oficializada a partir da próxima semana.

"Vamos tomar o máximo cuidado e ver como será o andamento das coisas, porque precisamos voltar às atividades, não tem como ficar parado. A Liga já está indo para 30 dias parada. Eu preciso voltar, temos uma programação do ano inteiro. Mas temos que respeitar também a saúde de todos, então a princípio vamos esperar mais esta semana, porque não posso ir contra decretos a nível federal, estadual e municipal", ressalta o presidente Pitela.  

A infectologista Gabriela Margraf Gehring explica que a pandemia de COVID-19, o novo coronavírus, ainda não está controlada no país e afirma que a decisão de jogar de máscara não é a melhor alternativa. "A máscara não deve ser utilizada durante o exercício físico pois pode dificultar a respiração e ficar umidificada mais rapidamente. A máscara úmida perde sua capacidade de filtração", orienta.

Na partida de futebol, como os atletas transpiram, a máscara tende a ficar úmida ainda mais rápido. A página de Educação Física da Secretaria de Educação do Paraná traz o dado: "Durante uma atividade física, a taxa de transpiração é altamente variável, em média, perde-se de 1 a 2 litros de líquidos por hora de exercício". 

Mesmo no dia a dia, a recomendação do Ministério da Saúde e da ANVISA é que a máscara cirúrgica deve ser trocada a cada 4 horas e sempre que esteja molhada ou com sujidade. As máscaras de pano e caseiras também devem ser substituídas sempre que ficarem úmidas, sendo o ideal de duas em duas horas.

A suspensão dos jogos do Campeonato Amador de Ponta Grossa foi anunciada em 18 de março. Liga e representantes das equipes debatem as possibilidades de retorno através das redes socais.  

Compartilhe essa notícia com seus amigos!