Memorial do Basquete de PG busca apoio na Lei de Incentivo à Cultura

Associação do Memorial arquiva a história do basquete de Ponta Grossa

Memorial do Basquete de PG busca apoio na Lei de Incentivo à Cultura

Memorial do Basquete de Ponta Grossa guarda troféus, medalhas e arquivos históricos - Foto: Arquivo

O Memorial do Basquetebol de Ponta Grossa protocolou, nesta sexta-feira (24), um projeto para buscar apoio na Lei Federal de Incentivo à Cultura. A conhecida 'Lei Rouanet' é o principal mecanismo de fomento à cultura no Brasil, por permitir que pessoas físicas e jurídicas destinem parte dos recursos que iriam para o pagamento do Imposto de Renda ao financiamento dos projetos aprovados pela Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC).

O Memorial possui um acervo de mais de 1000 fotos catalogadas, 40 troféus conquistados na história do basquete de Ponta Grossa, madalhas, selos, posters, uniformes, revistas e livros. A Associação do Memorial espera ter a inscrição e o projeto aprovados para encontrar apoiadores interessados em contribuir com recursos.

Foi o ex-atleta André Luiz Villela Costa, com a ajuda de amigos e conhecidos pelo basquete na cidade, quem desenhou o projeto de um memorial em 2018. Em 26 de janeiro de 2019, a Associação do Memorial, que hoje conta com cerca de 70 participantes, foi criada. Na sequência, Carmen Cunha, ex-treinadora do Novo Basquete Ponta Grossa (NBPG) foi nomeada a primeira presidente do Memorial. 

De lá para cá, além da construção do acervo, a Associação do Memorial obteve documentação legal e conquistou uma sede própria em Ponta Grossa, no Edifício Itapoa, no centro de Ponta Grossa, onde estão os aquivos da AMBPG. A Associação também organizou uma Clínica de Basquetebol e pretende, ainda neste ano, trazer para a cidade Fausto Giannecchini, com a intenção de aprender mais sobre a inclusão através do basquete. Outra meta é a arrecadação de tênis usados para doar a iniciativas que trabalham com a iniciação ao esporte. 

Se o projeto encaminhado para a Lei de Incentivo à Cultura for aprovado, a Associação pretende investir na valorização do basquete local. "O nosso Memorial começa a sair do sonho para a realidade", comemorou Carmen Cunha. 

"O projeto contempla toda uma atividade inicial de cuidado do acervo já existente, que já adquirimos por doação ou compra em leilões. O objetivo é continuar trabalhando em cima da história do basquetebol em Ponta Grossa. Da história das pessoas, dos campeonatos, dos títulos, tudo que Ponta Grossa já conquistou. Também temos o objetivo de manter o acervo em condições que futuramente possa ser exibido para a sociedade; de alavancar o futuro do memorial; e de manter nossas ações anuais como o Café do Memorial. Neste pouco tempo já caminhamos muito, vamos ficar agora no aguardo, que nosso projeto seja bem avaliado e aceito através da Lei Rouanet, para irmos em busca dos nossos apoiadores", ressalta a presidente. 

 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!