PublicidadeNEC

Jotinha se aproveita da torcida do Operário e eleva preço do ingresso

Equipe prevê invasão alvinegra e quer tirar vantagem para lucrar ou inibir

Por: ‎Emmanuel Fornazari em 25/02/2015 10:37:00 atualizado em 17/01/2019 10:02:39

Jotinha se aproveita da torcida do Operário e eleva preço do ingresso

Jogo do Operário possui o maior público do ano no EcoEstádio - Foto: Josué Teixeira

Jotinha se aproveita da torcida do Operário e eleva preço do ingresso
PublicidadeNEC

Ciente de que a torcida do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) pretende ‘invadir’ o EcoEstádio, a diretoria do JMalucelli aumentou o preço do ingresso para a partida contra o Fantasma no próximo domingo, às 16h, em Curitiba.


Nas três rodadas em que atuou em casa, o Jotinha havia cobrado R$ 20 pela entrada normal e R$ 10 para quem tem direito ao meio-ingresso. Já para o confronto contra o alvinegro de Ponta Grossa, o bilhete vai custar R$ 50 e R$ 25.


A cúpula do JMalucelli não emitiu comunicado explicando as razões para a elevação. No entanto, duas possibilidades extraoficiais encabeçam a lista: inibir a presença do torcedor ou aproveitar para ter uma renda maior. Quem sabe, até as duas situações.


A diretoria da Torcida Trem Fantasma (TTF), do Operário, havia anunciado, antes do aumento, excursão para acompanhar o time em Curitiba. A expectativa era de que cinco ônibus com 48 pessoas cada fossem lotados para o jogo.


Com isso, 240 torcedores - fora aqueles que vão de carro, van ou outras excursões - estariam no EcoEstádio. A um preço anterior de R$ 20, o Jotinha obteria da torcida do Operário uma renda de R$ 4,8 mil, no mínimo.


Com a elevação, se o mesmo número de apaixonados pelo Fantasma for ao jogo, a renda será R$ 12 mil -ou seja, mais que o dobro. Contudo, há torcedores que recuaram na confirmação da ida com o aumento do valor do ingresso.


“Eles (JMalucelli) sabem que a torcida quer acompanhar. Porém, com este aumento, alguns torcedores já não irão mais”, avalia o diretor da Associação Avante Fantasma (AAFA), Alysson Antero. Por conta disso, o Jotinha pode aliar as duas ‘pretensões’.


Ao preço de R$ 50, com 96 torcedores, a direção já obteria a arrecadação que teria se recebe 240 alvinegros a R$ 20. Vale pontuar que a análise não considera os ingressos à meia-entrada como forma de facilitar a comparação.


Leia também:

Mateus Lima não tem concorrência no ataque

Joelson foca treinos para se manter titular


O maior público deste ano no EcoEstádio foi justamente quando o Operário atuou lá, na segunda rodada contra o Foz do Iguaçu. O Fantasma levou 671 torcedores com ingresso a R$ 40 - definido pela diretoria alvinegra, mandante do jogo.


A renda total foi de R$ 9.740, incluindo ingressos de meia-entrada. Nas partidas contra Rio Branco, Cascavel e Foz, o JMalucelli conseguiu levar só 439 torcedores (R$ 6.790); 185 (R$ 2.440); e 246 (R$ 3.350), respectivamente.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/228/Jotinha-se-aproveita-da-torcida-do-Operario-e-eleva-preco-do-ingresso" data-text="Jotinha se aproveita da torcida do Operário e eleva preço do ingresso">