Operário perde primeira casa e disputa pelo G4 fica acirrada

Fantasma sofreu seu pior revés no Campeonato Paranaense de 2015

Operário perde primeira casa e disputa pelo G4 fica acirrada

Goleiro Jhonathan, do Operário, lamenta gol de Carlinhos para o Paraná - Foto: Josué Teixeira

PublicidadeNEC

Jogando em casa, o Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) não foi páreo para o Paraná Clube, na tarde deste domingo, e sofreu sua pior derrota no Campeonato Paranaense de 2015. Apesar do revés de 3 a 1, o time de Vila Oficinas segue na terceira colocação do torneio estadual, com 17 pontos, mas viu os adversários se aproximarem.

Em um primeiro tempo movimentado, o Paraná Clube aproveitou as chances que teve e saiu de campo com dois gols de vantagem. Ao 25 minutos, o atacante Carlinhos fez um golaço. Ele chapelou o zagueiro Douglas Mendes, ajeitou no peito e soltou uma bomba, de fora da área, sem chances para o goleiro Jhonatan.

Mais tarde, aos 42 da etapa inicial, Carlinhos ampliou a vantagem paranista aproveitando cruzamento de Netinho pelo chão. Veio o segundo tempo e o jogo seguiu franco, com chances claras para os dois times. E foi o Paraná que ampliou. Lúcio Flávio cobrou falta e, após bate-rebate, a bola sobrou livre para Ricardinho, que mandou para o fundo das redes.

Mesmo em desvantagem no placar, o Operário seguiu lutando e conseguiu diminuir aos 38 da etapa complementar. O atacante Douglas, de cabeça, aproveitou cruzamento e acabou com um jejum de quatro jogos sem marcar. No fim do jogo, o OFEC ainda reclamou pênalti em cima do atacante Mateus Lima.

Na próxima rodada o Fantasma tenta a reabilitação diante do Rio Branco. O jogo acontece às 16 horas de domingo, no Germano Krüger. O Paraná, que foi aos mesmos 17 pontos do Operário, ocupa a quarta colação e, na próxima rodada, enfrenta  Coritiba, em casa.
Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC