Schulle cobra melhor leitura de jogo depois de derrota em casa

Porém, treinador quer blindar atletas ao assumir responsabilidade

Schulle cobra melhor leitura de jogo depois de derrota em casa

Schulle diz que vai blindar jogadores após derrota para o Paraná - Foto: Josué Teixeira

PublicidadeNEC

Em entrevista coletiva após a derrota para o Paraná, o técnico do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC), Itamar Schulle, chamou a responsabilidade para si. O treinador afirmou que os jogadores vão ser “blindados” depois da primeira derrota em casa.


Schulle entende que o Operário “não conseguiu fazer uma marcação” eficiente “devido à qualidade e à movimentação do Paraná Clube”. “O Paraná foi melhor, criou, fez os gols e mereceu. Foi um primeiro tempo muito bom [deles]”, completou.


Minutos antes da coletiva de Schulle, o jogador Nequinha também conversou com a imprensa. Para o lateral esquerdo do Operário, a equipe não conseguiu aplicar em campo as recomendações repassadas em treinamentos.


“Como foi pedido durante a semana para que fossem executadas algumas situações dentro de campo, hoje, principalmente no primeiro tempo, talvez não aconteceu da maneira como se tinha previsto”, aponta o jogador alvinegro.


A declaração conflui com colocação feita pelo volante Chicão, após a partida diante do Cascavel. Ele afirmou que a equipe não havia assimilado as indicações. Na jogo da semana passada, o Operário também foi dominado no primeiro tempo.


Questionado pela reportagem do Net Esporte Clube, se há problema de comunicação entre comissão técnica e jogadores, o técnico Itamar Schulle rechaçou o questionamento. Contudo, ele afirmou que falta melhor leitura de jogo dentro de campo.


Leia também:

Operário perde em casa para o Paraná e embola disputa pelo G4

Nequinha diz que qualquer justificativa é mera desculpa


“Problema de comunicação nós não temos. Estamos em terceiro lugar, classificados com duas rodadas de antecedência e ainda somos um dos melhores ataques”, ponderou para, na sequência, apontar exemplos de posicionamento.


“Se eu falar que o meia deles abre, leva o volante para o lado e depois roda por trás... Aí eu mostro no vídeo e falo isso. É falta de comunicação, ou às vezes é falta dessa leitura, falta do atleta ter essa leitura dentro do campo?!”.


Em seguida, Schulle fez questão de ponderar ao assumir a responsabilidade pelo réves. “Os atletas não tem culpa. Eu falei isso para eles. Deixa para mim a situação. Eu que escalei onze, eu que troquei. O culpado deste derrota de hoje sou eu”, cravou.


Confira declaração de Itamar Schulle em entrevista coletiva


 

O Operário volta aos treinos nesta segunda-feira (23), às 15h30, para os jogadores não relacionados contra o Paraná e aqueles que jogaram menos de 45 minutos. Os demais retornam às atividades - junto com todo o grupo - na terça-feira (24), às 9h30.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC