Colunas

Ataque mais leve é uma boa solução para o Operário?

Por Felipe Gustavo em 09/07/2019 11:09:39

Ataque mais leve é uma boa solução para o Operário?

Os jogos-treino contra Palmeiras e Chapecoense deram fortes indícios de que Uilliam - até então usado como ponta pelo técnico Gerson Gusmão - será o 'centroavante' do Operário na partida contra o Londrina, no rertorno da Série B do Campeonato Brasileiro. Será um ataque mais leve, com mais mobilidade e com troca de posicionamento.

A presença de Uilliam pode facilitar uma participação mais ativa de Felipe Augusto. Destaque do Fantasma na primeira parte da competição, Felipe teve uma pequena queda de rendimento individual nas rodadas finais, quando a equipe passou a atuar com dois meias e um homem de referência na frente.

A movimentação de Uilliam pode permitir que Felipe feche como 'centroavante' e que os dois troquem essa posição, confundindo a linha de marcação do adversário. Lembram dos primeiros gols do Operário na Série B? Contra o América, Uilliam fechou na área para finalizar. Contra o Cuiabá, Uilliam veio pelo lado direito e acionou Felipe Augusto para balançar a rede.

Logo após a primeira rodada do Brasileiro mencionei no Debate NEC que Uilliam ainda poderia dar muitas alegrias ao torcedor alvinegro, pois é um atleta que tem esse poder de finalização. Porém, o técnico Gerson Gusmão - ao que parece - não gostou do rendimento dele pela ponta, pois é um setor em que o treinador exige recomposição defensiva. Uilliam foi sacado e pouco apareceu na sequência da Série B.

Na teoria parece uma boa solução para o setor ofensivo. Mas vale lembrar que Uilliam passou os dois jogos-treino em branco (contra Palmeiras e Chapecoense, ambos sem acesso da imprensa).

Isso não indica necessariamente um sintoma de que os 'centroavantes' do Fantasma estão mal. Até porque o Operário foi um time que criou pouco para os seus atacantes durante as primeiras rodadas da Série B.

https://www.netesporteclube.com.br/coluna/203/ataque-mais-leve-e-uma-boa-solucao-para-o-operario?" data-text="Ataque mais leve é uma boa solução para o Operário?">
Felipe Gustavo

FELIPE GUSTAVO

Jornalista formado pela UEPG em 2012, foi repórter de Esportes do Jornal da Manhã e setorista do Operário pelas rádios CBN e Difusora. Trabalhou no projeto Futsal Daqui, além de ter sido jornalista na Rádio MZ FM. Trabalha como assistente de produção na Rede Massa. É editor e comentarista no Net Esporte Clube.

PublicidadeNEC