Noite de Báia e Baya

Noite de Báia e Baya

PublicidadeNEC

No dia em que o ex-Operário Danilo Báia estreou como titular do Cianorte (e o Leão do Vale - com dois a menos - não conseguiu segurar o Londrina no Café), o Fantasma foi vítima de Baya: Paulo Baya.

O jovem da Serpente pintou e bordou em campo, marcou o único gol da equipe e garantiu a vitória dos donos da casa.

Baya já tem dois gols no Paranaense 2020: o primeiro um golaço contra o Coritiba no Couto Pereira. Vale a pena ficar de olho no rapaz de 20 anos - cria da base aurinegra. O contrato com o 'FC' é por mais três temporadas.

Para o técnico Gerson Gusmão, vale também permanecer de olho no rendimento do meio de campo. Novamente o setor foi pouco produtivo, especialmente na primeira etapa. Em teoria, o Operário tinha um homem a mais naquela região do gramado e, mesmo assim, não teve superioridade em relação ao adversário.

Depois das prováveis broncas e dos ajustes no intervalo, o cenário melhorou. O Fantasma flertou com o empate, mas o 'namoro' esbarrou na trave com Schumacher. Regis Potiguar e Cleyton também chegaram perto, mas não concretizaram.

Vale lembrar que as oscilações eram previstas, mas o tempo para que elas sejam minimizadas está acabando.

* Foto: Divulgação

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
Felipe Gustavo

Felipe Gustavo

Jornalista formado pela UEPG em 2012, foi repórter de Esportes do Jornal da Manhã e setorista do Operário pelas rádios CBN e Difusora. Trabalhou no projeto Futsal Daqui, além de ter sido jornalista na Rádio MZ FM. Trabalha na produção de conteúdo da Rede Massa. É editor e comentarista no Net Esporte Clube.

PublicidadeNEC