Pressão sobre setor defensivo do Keima aumenta com saída de fixos

Rubro-negro tem apenas Marinho como jogador da posição

Pressão sobre setor defensivo do Keima aumenta com saída de fixos

Marinho deve receber auxílio de alas para revezar no posicionamento - Foto: Emmanuel Fornazari/Arquivo NEC

Com a contratação do pivô Genário, o Keima Futsal/AFP traz o terceiro reforço para integrar o elenco. Além dele, chegaram também o pivô Vilela e o ala Thales. Os ‘novatos’ devem reforçar o setor ofensivo, porém a retaguarda segue desfalcada com as saídas dos fixos Lucas e Sakai.


O único fixo de ofício que restou foi Marinho, que deve ganhar ainda mais responsabilidade. “A pressão aumenta, sem dúvida. Tanto sobre mim como sobre a equipe. Até que os reforços estejam prontos para jogar, com a equipe reduzida, teremos que trabalhar mais ainda”, afirma.


Os jogadores que chegaram para reforçar o Keima não possuem previsão para entrar em quadra. Neste hiato, o time joga com elenco reduzido. Entretanto, para o técnico Baiano, não há razão para preocupações.


“É uma situação normal e a equipe mesmo assim tem um bom elenco. Temos que continuar trabalhando para manter a liderança e buscar o máximo de pontos possíveis para encerrar a primeira fase na frente”, analisa.


Com relação à defesa, a estratégia está na ponta da língua do treinador. “Pelo menos por enquanto vamos trazer alguns jogadores de ala para fazer papel de fixo”, revela Baiano. O próximo desafio do Keima é contra o Cascavel, em casa, na segunda-feira (11). O rubro-negro é líder da Chave Ouro, com 31 pontos.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!