Coordenador do NBPG destaca medidas sanitárias e pedido à Prefeitura

Campeonato de Basquete foi cancelado após publicação de Decreto Municipal

Coordenador do NBPG destaca medidas sanitárias e pedido à Prefeitura

Campeonato foi cancelado após medidas contra a covid-19 serem sancionadas na cidade - Foto: Arquivo/NEC

O cancelamento dos jogos da Conferência Hélio Rubens, válidos pelo turno do Campeonato Brasileiro de Basquete, que aconteciam em Ponta Grossa na última semana, ainda repercutem no cenário municipal. A CBB optou pela suspensão das disputas após entrar em contato com a Prefeitura, solicitar a continuidade do evento e não obter uma resposta positiva dos representantes. 

Em meio à realização do evento, a Prefeitura de Ponta Grossa publicou um Decreto proibindo, entre outras coisas, ações esportivas na cidade, do dia 26 de fevereiro ao dia 9 de março de 2020. As medidas tinham como objetivo conter o avanço da pandemia da covid-19 na cidade, que vive momento crítico da doença. No entanto, o Decreto inicial foi revogado para a publicação de um novo, que acata todas as decisões do Decreto Estadual, publicado em 26 de fevereiro, com medidas restritivas ainda mais rigorosas.

Os representantes do Basquete entraram em contato com a Secretaria de Esportes antes mesmo da publicação do Decreto Municipal, no dia 25 de fevereiro, repassando todos os procedimentos de segurança e protocolo rigoroso exigido pela Confederação para solicitar a continuidade da disputa, mas não obtiveram uma resposta positiva. 

“Ao sabermos que haveria a publicação deste decreto (o municipal) solicitamos ao nosso Secretário de Esportes a possibilidade de concluirmos o evento. Inclusive, enviamos para ele todos os procedimentos de protocolo rigoroso exigido pela Confederação, mas a resposta que ele recebeu foi negativa. Então, nos reunimos a pedido da CBB e adiamos para atender o decreto. A CBB cumpriu um decreto, a Federação Paranaense de Futebol não cumpriu e as autoridades de Ponta Grossa não foram lá fazer cumprir o mesmo”, relata o coordenador do NBPG, Paulo Moreira. 

Em resposta ao Net Esporte Clube, a Secretaria de Esportes confirmou que houve um contato dos representantes do Basquete e emitiu o seguinte posicionamento sobre o assunto, através da assessoria de imprensa: 

“A decisão de paralisar o Campeonato Brasileiro de Basquetebol foi da organização da competição. Em atendimento a uma consulta da organização do referido Campeonato, o secretário Marco Raasch consultou setores da Prefeitura e orientou para que fosse cumprido o decreto, mesmo porque a Secretaria Municipal de Esportes não tem o poder de determinar o que deve ou não ter continuidade, apenas a orientação para o cumprimento da lei. A decisão cabe a cada gestor do esporte, que ao descumprir o decreto corre o risco das sanções previstas, através de ação do Ministério Público. No entendimento de Raasch a medida foi acertada, num momento de pico da pandemia do Covid-19”

Por outro lado, a realização da partida de futebol da equipe do Operário Ferroviário, válida pelo Campeonato Paranaense, ocorreu mesmo após uma recomendação do Ministério Público para que não houvesse o jogo. Com exclusividade, o Net esporte Clube trouxe o documento em que o MP pedia que a partida não fosse realizada, entre outros motivos, por conta do Decreto Estadual que proibiu atividades não essenciais devido ao estágio da pandemia no Paraná.

No entanto, a Prefeitura não acatou a recomendação, pois, segundo o órgão, embora não seja considerada uma atividade essencial, a partida foi realizada dentro dos termos de segurança sanitária, conforme a legislação especial vigente. Portanto, entenderam que isso não representaria risco para a saúde dos atletas e outros envolvidos, testados negativamente para a Covid-19.

“Como não tivemos nenhuma resposta positiva de poder dar continuidade por ter um protocolo confiável decidimos não desafiar o decreto, pois CBB e LDPG teriam problemas futuros com algum processo no MP. Não podemos correr este risco, muitos atletas dependem da continuidade dos projetos  e não atender um Decreto não faz parte do nosso perfil  esportivo. Para nós,  caso encerrado nada vai voltar atrás das perdas das equipes.Vamos seguir com nosso trabalho”, completa o coordenador do NBPG. 

Em nota, a CBB informou que os jogos das duas últimas rodadas do Campeonato de Basquete serão realizados no fim de março, em Brusque, cidade que já sediaria o returno da competição. A segunda rodada do Campeonato Paranaense de Futebol também foi adiada pela Federação Paranaense, e jogos do torneio não acontecerão no estado enquanto a medida de contenção estadual estiver em vigor.
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!