De olho na liderança da Série B, Operário encara um 'remendado' CSA-AL

Equipes medem forças nesta terça (18), às 19h15, pela quarta rodada

De olho na liderança da Série B, Operário encara um 'remendado' CSA-AL

Operário volta ao Germano Krüger após dois jogos longe de Ponta Grossa - Foto: José Tramontin/OFEC

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário enfrenta o CSA, de Alagoas, na noite desta terça-feira (18), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida acontece no Estádio Germano Krüger, às 19h15, sem a presença de torcedores por conta da pandemia da Covid-19. E é justamente o vírus da doença que causa 'dores de cabeça' no adversário do Fantasma.

O CSA embarcou para Ponta Grossa com apenas 17 jogadores à disposição da comissão técnica. Oito deles foram liberados pelo departamento médico da CBF após testarem positivo para o novo coronavírus no dia 7 de agosto. Eles tiveram pouco tempo de treinamento junto com os atletas que haviam testado negativo.

Em entrevista reproduzida no Globoesporte.com, o técnico Eduardo Baptista confirmou que precisará improvisar em alguns setores. "Tem posição que estamos indo com um atleta apenas", afirmou.

A tendência é que a base do CSA contra o Operário seja formada pelos jogadores que não tiveram testes positivos para Covid-19, pois estão em melhores condições físicas e técnicas.

Do outro lado, o Fantasma está de olho na liderança da Série B. Com cinco pontos somados, a equipe comandada por Gerson Gusmão está invicta na competição e pode assumir a ponta desde que o Paraná não vença o Guarani em Campinas. A partida do atual líder será nesta terça (18), a partir das 21h30.

Apesar de saber da condição negativa do elenco do CSA, Gersinho elogiou o time alagoano. “Em relação ao CSA, a gente acompanhou o primeiro jogo. É um adversário que já vinha jogando o Campeonato Alagoano e estreou bem contra o Guarani. Vamos reavaliar a situação física dos nossos atletas e buscar o resultado positivo em casa”.

A questão do condicionamento físico pela sequência de jogos mostra indícios de que o Operário pode ter mudanças. Uma das possíveis alterações é a entrada do zagueiro Reniê no time titular. A dúvida (e mistério) é se ele entra na vaga de um dos defensores ou de um meio-campista - formando a tática com três zagueiros.

Por outro lado, o Fantasma deve permanecer sem os meias Pedro Ken e Rafael Chorão, além do goleiro André Luiz e do lateral esquerdo Danilo. Também estavam entregues ao departamento médico até semana passada e seriam reavaliados os laterais Alex Silva e Peixoto.

FICHA TÉCNICA

Operário: Rodrigo Viana; Sávio, Rafael Bonfim, Ricardo Silva e Julinho; Mazinho, Tomás Bastos (Reniê), Marcelo e Thomaz Santos; Douglas Coutinho e Jefinho (Lucas Batatinha). Técnico: Gerson Gusmão

CSA: Thiago Rodrigues; Caio Felipe, Leandro Souza, Luciano Castán e Willian Rocha; Lucas Dias, Marquinhos e Andrigo; Allano, Rodrigo Pimpão e Michel Douglas. Técnico: Eduardo Baptista

Local/Data: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR) | 18/08/2020
Arbitragem: Wanderson Alves de Sousa (MG), auxiliado por Luiz Antônio Barbosa (MG) e Marcyano da Silva Vicente (MG)

Assine o Clube NEC!

Colabore para manter a nossa cobertura de jornalismo independente sobre o esporte de Ponta Grossa (PR). Você tem opção de ajudar com uma pequena quantia todo mês no crédido recorrente ou, então, um valor para o plano semestral com desconto e opção de parcelamento ou boleto bancário em cota única!

Compartilhe essa notícia com seus amigos!