Operário perde para o Cruzeiro e chega ao quinto jogo sem vencer no GK

Em jogo sem criatividade OFEC chega a segunda derrota dentro de casa

Operário perde para o Cruzeiro e chega ao quinto jogo sem vencer no GK

Operário foi derrotado pelo Cruzeiro na noite desta terça-feira - Foto: José Tramontin/OFEC

PublicidadeNEC

O Jogo

Em jogo sem criatividade, o Operário perdeu para o Cruzeiro na noite desta terça-feira (20), no estádio Germano Krüger. A partida que marcou a estréia do técnico Felipão no comando do time celeste terminou em 1 a 0. Com o resultado o Fantasma chega ao quinto jogo sem vencer dentro de casa. 

Primeiro tempo

O jogo começou bastante truncado no meio campo, com as duas equipes tendo dificuldade de chegar à área ofensiva. Os erros de passe marcaram a primeira etapa, que quase não teve finalizações. O Cruzeiro teve a sua primeira chance com Arthur Caike aos 15 minutos, que recebeu bola enfiada na área, mas o zagueiro Ricardo Silva apertou a marcação e travou o chute do atacante.  Aos 16 minutos o Operário tentou finalização com o volante Leandro Vilela - estreante na equipe - que chutou de fora da área sem levar perigo ao gol adversário.

A falta de criação de jogadas continuou tomando conta da partida. A equipe de Gerson Gusmão seguiu com muita dificuldade de articular as jogadas e concluir ligação ao ataque.  Do outro lado, o time comandado por Luis Felipe Scolari conseguia passar mais tempo com a bola no pé, mas sem finalizar com precisão e levar perigo ao gol de Thiago Braga. Foram apenas quatro finalizações do Cruzeiro, contra uma do Fantasma na etapa inicial.  

Segundo tempo

Para o segundo tempo as duas equipes retornaram sem mudanças. O início da segunda etapa foi melhor para o Operário que, aos 13 minutos conseguiu a segunda finalização na partida, com Thomaz. O meia mandou de fora da área, mas sem acertar a meta adversária.  Na sequência, aos 14, Marcelo recebeu e bateu colocado, mas o goleiro Fábio defendeu sem dar rebote. 

O Cruzeiro teve oportunidade de abrir o placar em falta cobrada na entrada da área por Marquinhos Gabriel, aos 19 minutos, mas Thiago Braga fez a defesa. Após cruzamento da esquerda, Arthur Caíke cabeceou no canto, mas o goleiro alvinegro foi buscar e fez bela defesa aos 23 minutos de jogo. 

O Fantasma seguiu sem conseguir criar grandes jogadas ofensivas, enquanto a posse de bola seguiu com a equipe da Raposa, que aos 39 minutos abriu o marcador. Airton fez linda jogada pela direita e cruzou rasteiro para trás. O atacante Arthur Caíke dominou e mandou para as redes. 

Nos acréscimos, aos 46 minutos, o zagueiro Rafael Bonfim recebeu  de Coutinho e finalizou cruzado de canhota mas o goleiro Fábio defendeu e evitou o gol de empate alvinegro. O jogo terminou em 1 a 0 e marcou a segunda derrota do Operário dentro do Germano, na série B. 

O Operário volta a campo na próxima sexta-feira (23) e encara a Chapeconse, na arena Condá, em Santa Cantarina. O jogo acontece às 21h30 e é válido pela 18ª rodada.

Desfalques  

Além de Tomas Bastos, Rafael Chorão e Fábio anteriormente confirmados com a Covid-19, ficaram fora da partida por contaminação do vírus, Reniê, Mazinho, Cristhian Aguada, Jimenez e Schumacher. No total, foram 8 desfalques de atletas positivados. Gerson Gusmão também não pôde contar com o volante Pedro Ken (suspenso pelo terceiro cartão amarelo), Jean Carlo (fisioterapia) e com os laterais Alex Silva e Julinho (ambos lesionados). 

Escalações

Operário: Thiago Braga; Sávio, Bonfim, Ricardo Silva e Peixoto; Leandro Vilela, Marcelo, Maranhão (Fabiano) e Thomaz (Diego Cardoso); Douglas Coutinho e Jefinho
Cruzeiro: Fábio; Rafael Luiz, Ramon, Cacá, Matheus Pereira; Adriano, Jadsom e Régis (Airton); Arthur Caíke, Marquinhos Gabriel (Maurício) e Marcelo Moreno

Ficha técnica
Campeonato Brasileiro Série B – Operário x Cruzeiro 
Local: Estádio Germano Kruger
Data e horário: 20/10/2020 – 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Diego Pombo Lopez
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Edevan de Oliveira Pereira
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC