Para acesso, Matheus Costa afirma: 'precisamos de campanha de líder'

Estudos apontam Operário com apenas 2% de chance de acesso

Para acesso, Matheus Costa afirma: 'precisamos de campanha de líder'

Matheus Costa, técnico do Operário, em entrevista coletiva - Foto: José Tramontin/OFEC

PublicidadeNEC

O Operário encerrou o primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro na 12ª colocação, apenas 4 posições acima da zona de rebaixamento e 8 abaixo do G-4. Neste cenário, o técnico Matheus Costa admite que o Fantasma precisa buscar uma campanha próxima à perfeição no returno, para conseguir o acesso. 

“Temos que fazer um segundo turno próximo à perfeição para conquistar o acesso. Precisamos fazer, por exemplo, o que a Chapecoense fez no primeiro turno, fazer uma campanha de líder e conseguir atingir 40 pontos no segundo turno”, declara o treinador.

A Chapecoense é líder da competição com 40 pontos e tem 70% de aproveitamento em 19 partidas disputadas. Segundo dados do setor de estatísticas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), para conseguir o acesso um Clube precisa atingir entre 61 e 64 pontos. Enquanto para permanecer na Série B, o time deve conquistar cerca de 45 pontos.

O Operário tem apenas uma vitória nas últimas dez partidas disputadas. Segundo as projeções da UFMG o alvinegro encerrou o primeiro turno com apenas 2% de chance de acesso e 22% de chance de rebaixamento.

“Todas as equipes que disputam a Série B tem como primeiro objetivo atingir 45 pontos. Nosso objetivo é atingir os 45 pontos o mais rápido possível, para depois pensar em conquistar os 64 para o acesso. Atingir a classificação de acesso vai depender muito rodada a rodada. Eu sempre procuro pensar na próxima partida, agora o objetivo é atingir 3 pontos em Florianópolis”, afirma Costa.

O primeiro desafio do Fantasma no returno acontece amanhã (7), contra o Figueirense, às 16h30, no Estádio Orlando Scarpelli. 
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!