Treinador analisa Pedro Ken: 'Faz parte; poderia ser qualquer outro'

Matheus Costa definiu a titularidade do jogador no lugar de Leandro Vilela

Treinador analisa Pedro Ken: 'Faz parte; poderia ser qualquer outro'

Volante Pedro Ken durante treinamento da equipe - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Para a disputa de hoje (21), contra o América-MG, o técnico Matheus Costa teve que escolher o substituto de Leandro Vilela, que estava suspenso. O volante escolhido foi Pedro Ken, que participou de duas situações que definiram a partida: o erro de passe que resultou no gol do América e a sua expulsão no início da segunda etapa. 

A atuação ruim de Pedro Ken começou logo aos três minutos do jogo. Ele sofreu pressão na saída de bola, se perdeu e acabou entregando o passe para o atacante Léo Passos, que não perdeu a chance e abriu o placar. No início do segundo tempo ele acabou prejudicando novamente. Aos dois minutos, o volante levantou muito o pé e acertou a parte de trás da cabeça de Juninho, no meio de campo,  e o árbitro logo mostrou o cartão vermelho. O Operário seguiu com um a menos durante toda a segunda etapa.

 “Faz parte do jogo, poderia ser qualquer outro atleta ali e infelizmente foi o Pedro que estava tendo a oportunidade de retornar. No lance o bandeira ao meu lado falou e avisou o árbitro que não era pra vermelho  e o árbitro achou que era. É um tomar de decisão, opinião . No inicio da partida teve um lance de uma cotovelada  que  o Leo Passos da no Alex, o quarto arbitro falou que teve contato de cotovele o juiz entendeu que não era pra cartão. Temos que entender que faz parte do jogo, arbitragem também erra e a gente tem que procurar estar ciente que o erro pode acontecer pros dois lados”, declara o técnico Matheus Costa.

O jogador esteve contaminado pela covid-19 e não atuava há mais de um mês, desde o dia de 17/10, na partida contra o CRB. Além de Ken, o técnico tinha à disposição Mazinho e Jímenez, que também passaram um longo período afastados, devido à contaminação.

“Por estarmos jogando em casa e buscando propor mais o jogo eu sabia que  a gente tinha que valorizar muito o passe pra frente pra tentar romper as entrelinhas  do América que é defensivamente muito forte, tem um posicionamento  muito bom sem bola e eu acreditei que precisaríamos de bons passadores. O Marcelo  é um bom passador para romper linhas, o Bastos também e dentro das três opções o Pedro era mais um bom passador para romper entrelinhas . Foi uma opção muito em virtude do passe pra frente que acredito que esses três jogadores nossos davam boas opções para controlar a bola, coisa que aconteceu, coisa que a gente procurou através da aposta tentar romper essas linhas deles e chegamos no fundo varias vezes. Faltou um pouquinho de  acabamento para a gente ter a qualidade e finalizar em gol”, explica o treinador sobre a opção escolhida

Com a expulsão, Pedro Ken fica fora da próxima partida que acontece na terça-feira, em Alagoas, contra o CRB. O jogo está agendado para às 19h30, no estádio Rei Pelé e válido pela 23ª rodada da Série B. 
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!