Em partida com expulsões, o Operário foi derrotado pelo CSA em Alagoas

Equipe alagoana levou a melhor com gol de pênalti na segunda etapa

Em partida com expulsões, o Operário foi derrotado pelo CSA em Alagoas

Leandro Vilela na partida hoje contra o CSA - Foto: Augusto Oliveira/ASCOM CSA

PublicidadeNEC

Em confronto pelo meio da tabela, com duas expulsões diretas, o Operário perdeu para o CSA, fora de casa. O único gol foi anotado por Paulo Sérgio, de pênalti. Rodrigo Pimpão foi o expulso da equipe de Alagoas e Leandro Vilela recebeu o vermelho pelo lado do Fantasma. Com o resultado, o alvinegro perde duas posições na tabela e fica na 12ª posição. 

Primeiro Tempo

O início da partida foi marcado por maior posse de bola da equipe mandante e grande marcação do Fantasma. A primeira chegada à área adversária foi da equipe alagoana. Logo aos 3 minutos, o goleiro Thiago Braga caiu para defender, mas acabou se atrapalhando e soltou a bola que sobrou com Rodrigo Pimpão, que ajeitou para o atacante Andigo finalizar. O goleiro alvinegro se redimiu e defendeu o chute rasteiro. 

O Fantasma respondeu com Ricardo Bueno, aos 7 minutos. O atacante pegou em cheio e chutou forte, exigindo a uma boa defesa do goleiro do CSA. O Operário seguiu segurando a marcação, mas cometeu o segundo erro individual antes dos 10 minutos, dessa vez com Fabiano. O lateral errou na saída de bola e deu um passe para o adversário. O atacante Paulo Sergio recebeu sozinho e mandou para fora. 

Na bola parada o Operário conseguiu levar perigo novamente. O meia Tomas Bastos cobrou falta na entrada da área e passou perto da meta do goleiro Matheus Mendes. O jogo passou a ficar mais equilibrado, com o Fantasma aproveitando os espaços deixados pela equipe do CSA e finalizando em todas as oportunidades possíveis. Uma boa chance veio com o lateral esquerdo Fabiano que fez boa jogada dentro da área e finalizou aos 27 minutos, mas o goleiro adversário defendeu novamente. 

Do outro lado, a equipe de Maceió seguiu buscando o gol, se aproveitando principalmente de erros de passe na saída de bola da equipe de Ponta Grossa. Aos 32 minutos o Operário perdeu a bola e após troca de passes na entrada da área, o atacante Paulo Sergio finalizou de fora, mas Thiago Braga segurou firme. 

No final da primeira etapa, o atacante Rodrigo Pimpão escorregou e cometeu falta dura em Ricardo Silva. O árbitro entendeu como expulsão direta e mostrou o cartão vermelho.  Nos acréscimos, o Operário teve a última chance de abrir o placar ainda no primeiro tempo. Tomas Bastos cobrou falta e Fabiano cabeceou, mas o goleiro desviou e fez outra boa defesa na partida. 

Segundo Tempo

Com um a mais, os comandados do técnico Matheus Costa iniciaram a segunda etapa pressionando bastante. O CSA buscava suas oportunidades na bola parada e em contra-ataques. Aos 14 minutos, o meia Tomas Bastos arriscou de longe e mandou bola na trave, passando perto de abrir o placar.  

Aos 22, o meia Thomaz perdeu a bola no ataque, o  CSA aproveitou e saiu veloz em contra-ataque. Para parar a jogada, o volante Leandro Vilela derrubou o atacante Paulo Sergio na área. O arbitro marcou pênalti e mostrou cartão vermelho direto para o jogador. O próprio Paulo Sergio cobrou e abriu o placar para os donos da casa. A partida seguiu com 10 contra 10. 

A equipe de Alagoas passou a segurar mais a bola, enquanto Fantasma tentava com dificuldades, o gol de empate. Na sequência o  Operário voltou a pressionar e tentar buscar m cruzamentos a maioria das suas jogadas. Nos acréscimos, o atacante Lucas Batatinha arriscou de fora da área e passou muito passou muito perto de empatar. No minuto final, Tomas Bastos cruzou e Schumacher finalizou, mas acabou mandando para fora. A partida terminou em 1 a 0.

O Fantasma entra em campo novamente na próxima sexta-feira (27) e enfrenta o rival estadual, Paraná Clube. A partida está agendada para as 19h15, no estádio Germano Kruger.

Escalações

Operário: Thiago Braga; Alex Silva (Sávio), Bonfim, Ricardo Silva e Fabiano (Lucas Batatinha); Leandro Vilela, Jimenéz (Chorão) e Tomas Bastos; Thomaz (Schumacher), Diego Cardoso (Maranhão) e Ricardo Bueno 

CSA: Matheus Mendes; Diego Renan, Cleberson, Luciano Castán e Norberto; Geovane, Yago (Cedric) e Nadson (Pedro Junior); Rodrigo Pimpão, Andrigo (Marquihos) e Paulo Sérgio (Lucas Dias)

Ficha Técnica 

Campeonato Brasileiro Série B 2020 – 23ª Rodada
CSA x Operário
Data e Horário: 24/11/20 – 19h15 (horário de Brasília)
Local: Estádio Rei Pelé – AL 
Árbitro: Fábio Augusto Santos Sá Junior
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios;  Vaneide Vieira de Gois
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!