OFEC aposta na bola parada e quebra sequência sem vencer fora de casa

Fantasma não vencia longe do GK há 5 partidas, desde novembro

OFEC aposta na bola parada e quebra sequência sem vencer fora de casa

Fantasma conseguiu a vitória com dois gols em cobrança de escanteio - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário venceu a equipe do Confiança na Arena Batistão na noite de ontem (11) e, com isso, quebrou uma sequência de 5 jogos sem vencer fora de casa. A eficiência na bola parada foia a 'arma'  fundamental para o alvinegro conseguir o resultado em Sergipe,. 

O Fantasma saiu em desvantagem, sofreu um gol logo aos 8 minutos do primeiro tempo, após lançamento do goleiro adversário e a zaga dar muito espaço para o atacante bater cruzado, por baixo das pernas do goleiro Martin Rodriguez. Após o gol, o Operário teve mais posse de bola mas só levou perigo para a meta do Dragão na primeira etapa em um momento, em cobrança de escanteio de Marcelo, que acertou travessão e passou perto de marcar um gol olímpico.

“No intervalo, ao mesmo tempo em que eu cobrei eu procurei passar confiança pra eles e mostrar que a gente tinha condições de primeiramente empatar e manter o equilíbrio do jogo. A gente só não podia fazer as coisas desandarem de forma desordenada. Então era manter o equilíbrio, manter o nível de competitividade quando a gente estivesse com bola, porque as vezes a gente estava se desfazendo da bola. (...) Além das entradas, a manutenção da ideia de jogo e os atletas estarem correspondendo aquilo que estava sendo solicitado”, explica Matheus Costa.

Na segunda etapa, a equipe voltou mais ‘acertada’ e apostando principalmente na bola parada. Foi através dela, em nova cobrança de escanteio de Marcelo que Ricardo Bueno apareceu para cabecear e igualar o marcador aos 8 minutos. A partida seguiu equilibrada e, nos acréscimos, aos 48, foi Rafael Chorão quem cobrou o escanteio, para o zagueiro Reniê matar no peito e bater no ângulo, marcando o gol da vitória alvinegra. 

“A bola parada eu vejo hoje que é um fator muito determinante para o placar, seja a favor ou seja contra. Então nos treinos a gente procura dar muita ênfase nessa situação tanto no momento de defender quanto no momento de atacar. E ficamos satisfeitos porque estamos sofrendo muito pouco nas nossas bolas paradas defensivas e nas ofensivas nós estamos criando dificuldade pro adversário. (...) É muito importante ter excelência na batida e a gente ocupar  bem os espaços na área para atacar a bola, mas tem adversários que tem esse poder também, então temos  que estar sempre bem concentrados tanto no momento que a gente ta atacando pra não permitir situação de contra-ataque, quanto quando a gente ta defendendo  pra evitar com que o adversário cabeceie”, analisa o treinador. 

Com a vitória de ontem o Fantasma quebrou uma sequência de 5 jogos sem vencer fora do Germano Krüger . A última havia sido no dia 7 de novembro, diante do Figueirense. Desde então foram 3 derrotas e 2 empates longe de seus domínios. Além disso, o resultado a equipe provisoriamente em 8º lugar, com 48 pontos, apenas dois a menos do que o time conquistou na Série B em 2019. 

Na quinta-feira (14), o Operário entra em campo novamente e enfrenta o CRB. A partida acontece às 19h15, no Germano Kruger e é válida pela 35ª rodada da Série B. 

Reta Final – confira a data dos últimos jogos do Fantasma nesta Série B:

Operário-PR x CRB - 14/11, quinta, 19h15 - Germano Krüger - 35ª rodada
Cruzeiro x Operário-PR - 20/01, quarta, 21h30 - Mineirão - 36ª rodada
Operário-PR x Chapecoense - 27/01, segunda, 17h - Germano Krüger - 37ª rodada
Botafogo-SP x Operário-PR - 30/01, sábado, 16h30 - estádio Santa Cruz - 38ª rodada
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC