Histórico na Copa do Brasil: OFEC chega a 4ª participação no torneio

Fantasma nunca avançou para a terceira fase da competição mata-mata

Histórico na Copa do Brasil: OFEC chega a 4ª participação no torneio

Em 2021, Fantasma participa pelo segundo ano consecutivo do nacional mata-mata - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Com a vaga conquistada em 2021, o Operário Ferroviário chega a sua quarta participação em Copas do Brasil. A 33ª  edição da competição mata-mata da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) reúne 92 equipes de todas as regiões do país. O Fantasma esteve presente nas edições de 2012, 2016 e 2020 e nunca avançou para a terceira fase do torneio. 

Após garantir o terceiro lugar no Paranaense de 2011, a equipe de Vila Oficinas conquistou a vaga na CDB e participou do campeonato pela primeira vez em 2012. A estreia no segundo maior campeonato nacional terminou cedo e de forma frustrante para equipe e torcida. O Operário foi eliminado pelo Juventude de Caxias do Sul logo na primeira fase, dentro do Germano Kruger, com uma goleada por 4 a 0 sofrida em jogo único. O Alvinegro deu adeus à competição e não atingiu o objetivo de lucrar com o torneio que premia com uma boa quantidade em dinheiro todos os clubes que avançam para as fases seguintes. 

A segunda participação veio em 2016, com muita expectativa, já que a vaga foi conquistada graças ao título de Campeão Paranaense no ano anterior. O Fantasma encarou o Criciúma na primeira fase e avançou para a fase seguinte após uma vitória por 2 a 1 em casa e um empate em 1 a 1 na partida em Santa Catarina. Na segunda fase, os comandados do ex-técnico Gerson Gusmão empolgaram a todos com uma vitória sobre o Paysandu, por 1 a 0, no Germano Kruger. O time de Ponta Grossa viajou ao Pará precisando apenas de um empate para garantir a classificação, mas acabou eliminado após uma derrota por 2 a 0. 

Quatro anos depois, o Fantasma conquistou a terceira participação. A classificação veio após o Athletico faturar a Copa do Brasil em 2019 e garantir uma vaga na terceira fase do torneio. Desta forma, por ser o quinto melhor colocado no Estadual e todos os clubes à frente já terem conquistado a vaga na CDB, o OFEC assumiu o espaço deixado na primeira fase pelo Furacão. Em 2020, o Alvinegro goleou o Barbalha do Ceará por 3 a 0 na primeira fase, mas acabou novamente eliminado na fase seguinte. O Operário perdeu por 2 a 0 para o América Mineiro no Germano Kruger e mais uma vez deu adeus à competição. 

Com a vaga conquistada para a disputa de 2021, o Fantasma garantiu a primeira participação seguida na Copa do Brasil. Novamente graças a uma boa atuação do Athletico, que terminou em 9º na Série A do Campeonato Brasileiro, entra na terceira fase e abriu a vaga na primeira fase para o quinto colocado Estadual, justamente o Operário.  

Em sorteio realizado na última terça (2) foram definidos os confrontos desta primeira fase. Os comandados do técnico Matheus Costa encaram o Juventude Samas, equipe do Maranhão, no dia 17 de março, às 15h30. Por ser mais bem colocado no ranking da CBF, o Fantasma joga como visitante e tem a vantagem do empate, que garante o avanço para segunda fase do torneio. Se garantir a classificação, o Operário enfrenta o melhor do confronto entre União Rondonopolis e Coritiba na fase seguinte.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC