OFEC empata com o Maringá e perde sequência de vitórias no Paranaense

Fantasma vinha de três vitórias seguidas mas empatou sem gols neste domingo

OFEC empata com o Maringá e perde sequência de vitórias no Paranaense

Partida terminou em 0 a 0 no Estádio Willie Davids - Foto: Fernando Teramatsu/MFC

PublicidadeNEC

Em partida equilibrada, Operário Ferroviário e Maringá empataram em 0 a 0 na tarde deste domingo (25). A partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Paranaense não teve muitas emoções e terminou sem gols no estádio Willie Davids. Com isso, o Fantasma perde a sequencia de três jogos seguidos com vitória e o Maringá segue sem vencer no estadual. 

Primeiro Tempo

Nos primeiros minutos, o Maringá pressionava, controlava as ações da partida e quase não dava chances para o Fantasma trocar passes no campo de ataque. Na sequência, o Alvinegro equilibrou a disputa e criou boas chances ainda na primeira etapa. 

Ainda no início, aos 7 minutos, o zagueiro Odivan sentiu uma lesão na coxa e precisou ser substituído por Léo Rigo. Logo na sequência, duas boas chances na bola parada. Aos 11, Thomas Bastos bateu falta da meia lua e passou perto de abrir o placar, mas a bola foi para fora e, aos 13, novamente ele em cobrança de falta, exigindo boa defesa do goleiro Caio. 

Pelo lado do Maringá, Bassani fez boa jogada pela esquerda e finalizou cruzado, mas Simão defendeu e evitou que o tricolor abrisse o placar aos 15 minutos. A segunda grande chance dos donos da casa foi na bola parada, aos 28. Bassani cobrou falta buscando o ângulo e assustou o goleiro Simão que se esticou, mas a bola foi para fora. 

Os minutos finais foram de pressão total do Operário, que buscava principalmente jogadas em velocidade com Leandrinho e Djalma Silva pela esquerda.  Aos 45, Fábio Alemão conseguiu um lançamento longo para Lucas Mendes que encontrou Ricardo Bueno na área. O camisa 9 finalizou cruzado mas acabou mandando para fora em ótima chance do alvinegro. 

Segundo Tempo

O início da segunda etapa foi de pressão do Maringá, que criava as melhores chances e levava perigo para a defesa do Fantasma. A partida seguiu mais equilibrada, com as duas equipes criando chances ao longo da disputa.

Aos 3, Mirandinha fez boa jogada em velocidade peça esquerda e finalizou, mas Léo Rigo cortou. A sobra ficou com Parrudo que arriscou forte de longe e exigiu boa defesa do goleiro Simão. 

Assim como aconteceu no primeiro tempo, na segunda etapa o técnico Matheus Costa precisou substituir um jogador por lesão. Pedro Ken sentiu o joelho aos 6 minutos e Rafael Chorão foi a escolha do treinador. 

O Fantasma teve boa chance aos 11, quando Chorão cobrou escanteio e Ricardo Bueno finalizou de cabeça, mas acabou mandando para fora. Pelo lado do Maringá, outra oportunidade aos 20. Parrudo pegou sobra na entrada da área e exigiu a defesa de Simão. 

Na bola parada, nova chance do tricolor. Bassani cobrou escanteio e Robertinho conseguiu boa finalização, mas Léo Rigo desviou e evitou a bola no gol. A oportunidade mais clara para o Fantasma aconteceu aos 30, quando Thomas Bastos recebeu e encontrou espaço para o chute da entrada da área, exigindo a primeira defesa de Caio no segundo tempo. 

O Fantasma ainda teve chance aos 41, quando Felipe Garcia cruzou e Ricardo Bueno recebeu livre na segunda trave. O atacante mandou por cima do gol e perdeu grande oportunidade para o alvinegro. A partida terminou aos 51, sem outras chances claras e um empate em 0 a 0, em Maringá. 

Escalações

Operário: Simão; Lucas Mendes (Cleyton), Fábio Alemão, Odivan (Léo Rigo) e Djalma Silva; Pedro Ken (Rafael Chorão), Tomas Bastos e Leandrinho (Rafael Oller); Jean Carlo (Schumacher), Felipe Garcia e Ricardo Bueno

Maringá: Caio; Gedeílson (Paulinho), Rafael Castro, Gustavo Vilar e Paredes; Parrudo, Sheldon (Robertinho), Queven (Brito) e Bassani; Matheus Moraes (Mirandinha) e Gui Sales (Vinicius Faria)

Fica Técnica

Campeonato Paranaense 2021 – Maringá x Operário
Local: Estádio Willie Davids
Data e horário: 25/04/20 – 16h
Árbitro: Leonardo Sígari Zanon
Assistente 1: Ideidy Henrique Costa
Assistente 2: Alessandro Rodrigues Mori
Quarto Árbitro: Gueller Castro dos Santos

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC