Oller sente a posterior e OFEC chega a cinco atletas com a mesma lesão

Fantasma tem 5 jogadores no dm com lesão muscular na posterior da coxa

Oller sente a posterior e OFEC chega a cinco atletas com a mesma lesão

Fantasma tem cinco desfalques com o mesmo problema muscular - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

O atacante Rafael Oller do Operário Ferroviário sofreu uma lesão na posterior da coxa direita na partida contra o Londrina, na última quinta-feira (29) e é o quinto atleta do Fantasma a desfalcar a equipe pelo mesmo tipo de problema. 

Oller vinha sendo titular, mas perdeu espaço após a disputa com o Athletico, onde Felipe Garcia marcou dois gols e ganhou a vaga. Na partida seguinte, contra o Maringá e, logo depois, diante do Londrina, o jogador esteve no banco de reservas e entrou apenas com a segunda etapa em andamento.

Logo após a vitória no clássico, Oller sentiu dores na coxa e nem conseguiu participar do regenerativo no gramado. O atleta não viajou com a delegação para Toledo no último domingo para tratar o problema e, segundo o técnico Matheus Costa, a equipe aguardava resultado de exames mas acreditava ser apenas um desconforto. 

Nesta terça-feira (4), a assessoria do clube informou que o jogador está com uma lesão grau I na posterior da coxa direita e se junta a Leandro Vilela (lesão grau I na posterior esquerda), Marcelo (lesão grau II na posterior direita), Pedro Ken (lesão grau II na posterior direita) e Odivan (lesão grau II na posterior esquerda), vetados pelo departamento médico pelo mesmo tipo de lesão. 

Este tipo de lesão muscular é comum em atletas mas, geralmente está associada à falta de alongamento muscular; desequilíbrio muscular que é quando um grupo de músculos é muito mais forte do que o grupo oposto; mau condicionamento ou fadiga/desgaste muscular, tornando os músculos mais suscetíveis a lesões.

Para evitar, além dos treinos de preparação física, os clubes realizam exames computadorizados como a avaliação isocinética, que permite detectar desequilíbrios musculares e possibilidade de lesões. O Operário não divulga o tempo estimado de recuperação de cada jogador mas, o período de afastamento é maior de acordo com a intensidade/grau da lesão.

O Operário ocupa a primeira posição no Campeonato Paranaense, com 14 pontos, quatro vitórias, dois empates e duas derrotas até aqui. O Fantasma folgou na segunda-feira (3) e voltou aos treinos na manhã de hoje. A equipe ainda não tem jogos homologados pela Federação mas, a tendência é que o Operário enfrente o Cianorte - adversário direto pelas primeiras colocações - até o fim desta semana. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC