Com desfalques, Operário encara o Londrina no 1º jogo da semifinal

Disputa por uma vaga na final do Paranaense inicia-se amanhã, em Londrina

Com desfalques, Operário encara o Londrina no 1º jogo da semifinal

Jogo de ida semifinal estadual acontece amanhã (9), no Estádio do Café - Foto: Matheus Javorski/OFEC

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário encara o Londrina pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Paranaense nesta quarta-feira (9), às 16h, no Estádio do Café Antes da partida, o Fantasma teve sete casos positivos de Covid-19, sendo cinco jogadores e dois membros da comissão técnica.

Os comandados do técnico Matheus Costa avançaram à semifinal estadual depois de vencer o Azuriz, por 4 a 3 nos pênaltis. Já o Tubarão venceu o Cianorte por 4 a 1 no placar agregado, sendo 1 a 1 no primeiro jogo e 3 a 0 na partida de volta. Na primeira fase, as duas equipes se enfrentaram no Germano Kruger, com vitória do Fantasma por 1 a 0.

“É uma decisão, são 180 minutos em que uma equipe será eliminada e a outra continuará na competição, por isso, precisamos estar atentos em todos os detalhes. É um clássico e sabemos da importância desse confronto. Talvez seja um jogo de poucas oportunidades para os dois lados, e quem estiver em um momento ‘feliz’ possa sair vitorioso. Estamos preparados para realizar uma boa partida e almejar o que desejamos, chegar na final”, destacou o técnico Matheus Costa, do Operário. 

Para o jogo de amanhã, o Fantasma tem 5 desfalques de atletas contaminados pela Covid-19. O trio titular composto por Jean Carlo, Leandrinho e Simão testou positivo para a doença e cumpre o isolamento. Fabiano e Rafael Oller também foram contaminados e estão fora da partida. Além deles, o preparador físico Rodolfo Mehl e o auxiliar técnico Leandro Niheus fecham a lista dos contaminados. Segundo nota do clube, todos estão assintomáticos.

Além dos desfalques por covid, o Fantasma também não poderá contar com o zagueiro Reniê e com o atacante Rodrigo Pimpão, que não estão inscritos no Paranaense. Também estão vetados pelo Departamento Médico o zagueiro Rafael Bonfim, que segue em transição com a preparação física, se recuperando de uma cirurgia no joelho; o meia Cleyton (lesão muscular na coxa esquerda) e o volante Marcelo Santos (lesão muscular na coxa esquerda). Segundo informações do Ge Globo', mas não oficializadas pelo clube, o atacante Felipe Garcia também não viajou por conta de uma virose. 

Considerando os desfalques, o Operário deve apresentar uma equipe bastante modificada. Thiago Braga deve assumir a meta no lugar de Simão, enquanto Marcelo ou Rafael Chorão devem entrar no lugar de Leandrinho. Thomaz e Schumacher são as principais opções para formar o ataque com Ricardo Bueno, sem Jean Carlo, Oller e Felipe Garcia. Na zaga, Fábio Alemão deve entrar no lugar de Reniê e Odivan é opção para o lugar de Rodolfo Filemon, que não foi bem na última partida da Série B e pode aparecer no banco de reservas.

Prováveis Escalações

Operário: Thiago Braga; Alex Silva, Fábio Alemão, Odivan (Filemon) e Djalma Silva; Leandro Vilela, Tomas Bastos, Marcelo e Rafael Chorão; Thomaz e Ricardo Bueno

Londrina: César; Luan Marchiori, Marcondes, Lucas Costa e Luiz Henrique; Jean Henrique (Marcelo Freitas), Matheus Bianqui e Adenílson; Douglas Santos, Salatiel e Safira

Ficha Técnica

Campeonato Paranaense 2021 - Semifinal: jogo 1
Londrina x Operário
Data e Horário: 09/06/21 -16h
Local: Estádio do Café
Árbitro: MURILO UGOLINI KLEIN 
Assistente 1: JOÃO FÁBIO MACHADO BRISCHILIARI
Assistente 2: BRUNO FERNANDO APARECIDO ROHLING
Quarto árbitro: IVAN CORREA LAUREANO
 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC