Costa analisa jogo do OFEC contra o Vila Nova: 'Criamos para vencer'

Com o resultado, Fantasma voltou a perder em casa depois de 7 meses

Costa analisa jogo do OFEC contra o Vila Nova: 'Criamos para vencer'

Operário perdeu por 2 a 1 para o Vila Nova pela 8ª rodada da Série B - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário perdeu a invencibilidade de 18 jogos e 7 meses no Estádio Germano Kruger. A perda se deu após a derrota por 2 a 1 para o Vila Nova, na noite de ontem (28). O técnico Matheus Costa falou sobre a atuação da equipe na partida. 

O Fantasma finalizou 22 vezes na partida, mas apenas 8 foram no gol, e uma balançou as redes, a de Ricardo Bueno, aos 42 minutos da primeira etapa. Antes disso, o Vila já tinha marcado seu primeiro gol, anotado por Arthur Rezende aos 5 minutos da etapa inicial, com falha de Thiago Braga.  
 

Do lado do time goiano foram apenas 7 finalizações, sendo 3 no gol e 2 foram convertidas. A segunda foi no segundo tempo, em um contra-ataque veloz após bola perdida por Leandrinho perto da grande área do Vila. Alesson foi quem marcou. 

“Nós criamos para vencer, tivemos inúmeras oportunidades, mas no futebol além de você fazer o seu trabalho tem que contar com a sorte. Quando estava 1 a 1 tivemos uma penalidade clara não marcada e isso poderia mudar o jogo, decretar a vitória. No segundo tempo tomamos um gol em contra-ataque, momento que nós pecamos e eles foram felizes. A gente tem total consciência que poderia ter feito com que esses gols não saíssem, mas continuo tendo a plena consciência de que estamos apresentando um bom futebol e agora é trabalhar para tentar fazer o melhor contra o Náutico”, avaliou o treinador do Operário, Matheus Costa. 

Com o resultado, o Operário segue fora do G-4, na quinta posição. São 12 pontos conquistados, com 3 vitórias, 3 empates e duas derrotas na competição. A equipe entra em campo novamente na sexta-feira (02) para encarar o Náutico, no Estádios dos Aflitos, às 19h. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC