Pressionado após eliminação, Costa não tem pretensão de deixar o OFEC

Equipe também vive momento ruim na Série B e não vence há 4 jogos

Pressionado após eliminação, Costa não tem pretensão de deixar o OFEC

Fantasma foi eliminado do estadual e não vence há 4 partidas na Série B - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário foi eliminado do Campeonato Paranaense após empatar o jogo de volta da semifinal em 1 a 1 com o Londrina, nesta terça-feira (06). Com o mau momento também no Campeonato Brasileiro, a pressão sobre o técnico Matheus Costa aumentou, e os torcedores protestaram no portão do estádio.

O Tubarão venceu o jogo de ida por 1 a 0 e garantiu a vaga na final com o empate no Germano Kruger. Além da eliminação no Estadual, o Fantasma também precisa lidar com quatro jogos sem vencer na Série, sendo uma derrota em casa e uma goleada sofrida das duas últimas rodadas.

Questionado sobre a pressão com a atual situação, especialmente após a eliminação para o rival, Matheus Costa deixou claro que confia em uma retomada positiva e que não tem pretensão de deixar a equipe.

“Se um dia eu sentir que não tenho mais recursos para ajudar, eu mesmo peço para sair. Estou seguro e só vou sair se as pessoas acima de mim decidirem isso. Nós fizemos um estadual que temos que estar de cabeça erguida, acredito que foi o único que venceu os três da capital. Não veio o título mas tenho certeza que hoje o Operário está entre os três melhores do estado”, declarou o treinador.

Hoje, após o fim da partida, a torcida fez protestos do lado de fora do estádio Germano Kruger. Entre os gritos de ordem, estavam pedidos de saída do técnico Matheus Costa, além de cobranças aos atletas e diretoria. 

O próximo confronto do Operário será no dia 10, sábado, 11h, no Germano Krüger, pela 10ª rodada da Série B. O Fantasma é o 11º colocado na competição, com 12 pontos.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC