Matheus Costa agradece apoio do grupo em momentos de pressão externa

Técnico do Operário destacou união do atletas e apoio recebido internamente

Matheus Costa agradece apoio do grupo em momentos de pressão externa

Técnico Matheus Costa foi bastante contestado externamente nas últimas semanas - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Depois da vitória do Operário sobre o Coritiba, o técnico Matheus Costa desabafou sobre a situação de pressão externa que vem enfrentando, mas destacou a união da equipe internamente e agradeceu o apoio que recebeu dos jogadores. 

Com uma sequência de atletas lesionados, incluindo o quinteto que mais participou de gols na temporada (Ricardo Bueno, Jean Carlo, Felipe Garcia, Tomas Bastos e Alex Silva), o Operário viveu um mês conturbado, foi eliminado do Paranaense pelo rival Londrina e venceu apenas dois jogos em nove disputados. A fase fez com que grande pressão externa, incluindo pedidos de demissão, caíssem sobre o treinador. 

“Estou há praticamente nove meses no Operário e tenho oito desses de felicidade. Ninguém é unânime e eu também não quero ser, mas esse último mês foi de grande dificuldade. E as vezes temos que cuidar mais do ambiente externo do que interno, já que teve momentos esse mês que eu soube de amigos meus, que também são treinadores, que pessoas de fora do clube entraram em contato com eles para assumir o Operário, isso não é ético”, revelou o técnico Matheus Costa. 

Em sua primeira partida como titular após a lesão, o atacante Ricardo Bueno marcou o gol que deu a vitória ao Fantasma  sobre o Coritiba. Na comemoração, o jogador correu em direção ao treinador para abraçar e comemorar de forma conjunta. 

“No final o que vale a pena é quando o Bueno faz o gol, vem em minha direção e fala ‘esse gol é para você’ e o grupo inteiro vem me abraçar. No futebol você tem momentos de euforia e momentos de tristeza, mas o que mais importa é você chegar no vestiário e ver que tem um elenco maravilhoso, atletas que te apoiam para a gente seguir em busca das vitórias com esse ambiente interno que é muito forte”, completou o treinador. 

O Fantasma volta a jogar na sexta-feira (30), contra o Goiás, às 19h, na Serrinha, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O técnico Matheus Costa não estará à frente da equipe na beira do gramado porque foi expulso diante do Coritiba. 

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC