Com tabu histórico, Operário enfrenta o Remo fora de casa pela Série B

Na história do confronto, o Fantasma nunca venceu o Remo jogando em Belém

Com tabu histórico, Operário enfrenta o Remo fora de casa pela Série B

Meia Rafael Chorão (foto), deve ser titular na partida desta sexta-feira (6). Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Em busca de recuperação na tabela de classificação, o Operário Ferroviário encara o Remo nesta sexta (06), no Estádio Baenão, em Belém-PA. A partida acontece às 16h e é válida pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Na rodada passada, o Fantasma foi derrotado fora de casa pelo Goiás por 1 a 0, enquanto o Remo chega embalado após vencer o CSA, também por 1 a 0.

Operário e Remo se enfrentaram quatro vezes na história, com três vitórias do time paraense e uma do Fantasma. A única vitória do Operário no confronto aconteceu pela 2ª fase da Série B (Módulo Amarelo da Copa João Havelange) de 1990, no Estádio Germano Krüger. Dessa forma, o Remo nunca perdeu para o Fantasma jogando em Belém-PA. O último encontro entre as duas equipes foi em 2015, pelas quartas de finais da Série D, quando os dois times decidiram vaga na Série C. Na oportunidade, o Remo venceu o jogo de ida, aqui no Germano Krüger, por 1 a 0 e voltou a derrotar o Fantasma no jogo da volta, em Belém-PA, por 3 a 1, garantindo o acesso para a Série C.

Para a partida desta sexta-feira (6), o técnico Matheus Costa tem problemas para escalar a equipe. São 10 desfalques de atletas que estão no Departamento Médico ou em fase de transição: Bonfim, Tomas Bastos, Alex Silva, Lucas Mendes, Jean Carlo, Marcelo Oliveira, Pedro Ken, Djalma Silva, Matheus Alemão, Felipe Garcia. Além disso, o atacante Rafael Oller está suspenso pelo 3º cartão amarelo, contabilizando 11 ausências no total.

Em relação ao último jogo contra o Goiás, mudanças devem acontecer em todos os setores da equipe. Com a ausência de Alex Silva, machucado, Fábio Alemão deve ser deslocado para a lateral-direita, promovendo a entrada de Rodolfo Filemon para atuar na zaga. No meio, Leandro Vilela retorna de suspensão e deve voltar ao time titular. Por último, no ataque, Thomaz Santos deve entrar na vaga de Felipe Garcia, enquanto Paulo Sérgio, recuperado de lesão, pode iniciar no lugar de Ricardo Bueno, que se transferiu para o Juventude. Outra novidade será a presença do meia-atacante Cleyton, que retorna de lesão e deve compor o banco de reservas.

Prováveis Escalações:

Operário: Simão, Fábio Alemão, Reniê, Rodolfo Filemon, Fabiano; Leandro Vilela, Rafael Chorão, Leandrinho; Thomaz Santos, Rodrigo Pimpão e Paulo Sérgio

Remo: Vinícius; Thiago Ennes, Kevem, Romércio e Igor Fernandes; Pingo, Arthur e Felipe Gedoz; Matheus Oliveira, Lucas Tocantins e Renan Gorne

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro Série B - 16ª rodada
Remo x Operário
Local: Baenão
Data e horário: 06/08/21 - 16h
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade - ES
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires - ES e Fabio Faustino dos Santos - ES
Quarto árbitro: Olivaldo José Alves Moraes - PA

Assine o Clube NEC!

Colabore para manter a nossa cobertura de jornalismo independente sobre o esporte de Ponta Grossa (PR). Você tem opção de ajudar com uma pequena quantia todo mês no crédido recorrente ou, então, um valor para o plano semestral com desconto e opção de parcelamento ou boleto bancário em cota única!

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC