Em boa fase e de olho no G-4, Operário enfrenta o Guarani em Campinas

Fantasma está invicto há 5 jogos e tem chance de entrar no G-4 nesta rodada

Em boa fase e de olho no G-4, Operário enfrenta o Guarani em Campinas

Operário vive maior sequência invicta da equipe desde o início da Série B. Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Após vencer o Vasco jogando em casa no último sábado (21), o Operário volta a campo nesta terça-feira (24) para enfrentar o Guarani, em partida válida pela 21ª rodada da Série B. No 1º turno, o Fantasma foi goleado pelo Bugre por 5 a 2, no Couto Pereira. Naquele jogo, os gols do Alvinegro de Vila Oficinas foram marcados por Jean Carlo e Ricardo Bueno, ambos fora do jogo de amanhã - Bueno foi vendido para o Juventude e Jean Carlo segue no Departamento Médico. No histórico do confronto são 5 jogos, com 4 vitórias do Guarani e apenas 1 triunfo do Fantasma.

O Operário vive boa fase na Série B, com 5 jogos seguidos de invencibilidade - 3 vitórias e 2 empates. Criticado em outros momentos da temporada, o zagueiro Rodolfo Filemon é um dos atletas do elenco que vem de boas atuações. Para o defensor, o Operário precisa se manter focado para não se afastar do G-4: "Já atingimos nossa meta do 1º turno, que era fazer 28 pontos. Fizemos 29 e começamos bem o returno. Agora é ter foco e concentração pra não descolarmos do G-4. O jogo contra o Guarani é fundamental nessa caminhada", avaliou. Em caso de vitória contra o Bugre, o Operário conseguirá ter derrotado todos os 5 campeões brasileiros que estão na Série B (Botafogo, Coritiba, Cruzeiro, Guarani e Vasco).

Para a partida desta terça-feira (24), o Operário não contará com Thomaz Santos, que recebeu o 3º cartão amarelo contra o Vasco e está suspenso. Com isso, os atacantes Felipe Garcia, Rodrigo Pimpão e Rafael Oller disputam uma vaga entre os titulares. O meia Rafael Longuine, com uma lesão de grau I na coxa direita, segue no DM e deve voltar contra o Vitória, no dia 4 de setembro. Além de Longuine, permanecem no Departamento Médico do clube o zagueiro Rafael Bonfim, os meias Leandrinho e Tomas Bastos, o volante Pedro Ken, o lateral-direito Lucas Mendes, o meia-atacante Jean Carlo e o atacante Matheus Alemão.

Já a equipe do Guarani, ao contrário do Fantasma, vive mau momento na competição. O Bugre não vence há 3 rodadas - 2 derrotas e 1 empate - e busca a vitória para evitar a pior sequência da equipe nesta Série B. Na última rodada, o Guarani foi derrotado por 1 a 0 pelo Vitória, jogando em Salvador. Para a partida contra o Operário, o técnico Daniel Paulista segue sem Régis, que ainda se recupera de lesão muscular e perde Diogo Matheus na lateral-direita, que foi substuído com dores no último jogo da equipe. No meio, Andrigo permanece como titular, enquanto Pablo deve ser o lateral-direito. O volante Bruno Silva, que cumpriu suspensão na última rodada, volta ao time titular.

Prováveis Escalações:

Operário: Simão, Alex Silva, Reniê, Filemon, Fabiano; Fábio Alemão, Leandro Vilela, Marcelo Oliveira; Felipe Garcia (Pimpão ou Oller), Djalma Silva e Paulo Sérgio

Guarani: Rafael Martins, Pablo, Thales, Carlão e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Andrigo; Bruno Sávio, Júlio César e Lucão do Break.

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro Série B - 21ª rodada
Guarani x Operário Ferroviário
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa
Data e horário: 24/08/21 - 19h
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro - GO
Assistentes: Tiago Gomes da Silva - GO e Hugo Savio Xavier Correa - GO
Quarto árbitro: Luiz Alexandre Fernandes – PR
Árbitro de Vídeo: Elmo Alves Resende Cunha - GO (CBF)
AVAR: Diego Pombo Lopez - BA (CBF)
Observador de VAR: Emerson Luiz Sobral - PE (CBF)

Assine o Clube NEC!

Colabore para manter a nossa cobertura de jornalismo independente sobre o esporte de Ponta Grossa (PR). Você tem opção de ajudar com uma pequena quantia todo mês no crédido recorrente ou, então, um valor para o plano semestral com desconto e opção de parcelamento ou boleto bancário em cota única!

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC