Derrotado pelo Guarani, Operário perde invencibilidade de 5 jogos na B

Fantasma sofreu 3 a 0 em Campinas e desperdiçou chance de entrar no G-4

Derrotado pelo Guarani, Operário perde invencibilidade de 5 jogos na B

Fantasma foi ultrapassado na tabela pela equipe do Bugre - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Em partida dominada pelo Guarani, o Operário acabou derrotado por 3 a 0 no Brinco de Ouro da Princesa, na noite desta terça-feira (24). Com o resultado, o Fantasma voltou a perder depois de 5 jogos e desperdiçou mais uma chance de entrar no G-4. Eram 3 vitórias e 2 empates neste período. 

Primeiro Tempo

No primeiro tempo, as melhores oportunidades foram do Guarani. O Operário assustou na bola parada, logo aos 5, quando Paulo Sérgio cobrou falta, a bola pingou no chão e foi em direção ao gol, dificultando um pouco a vida do goleiro Rafael Martins, que fez a defesa em dois tempos.

Aos 6, o Guarani chegou bem na área do Alvinegro, Julio César finalizou, mas a bola parou na marcação de Reniê e foi pela linha de fundo. Após cobrança de escanteio, Lucão do Break conseguiu cabecear mas a bola foi para fora. 

Pouco depois, Fabiano tentou a proteção perto da linha de fundo, mas Matheus Ludke conseguiu roubar e deu passe atrás para Andrigo. Ele tentou de primeira e mandou por cima do gol aos 11 minutos. 

O Fantasma voltou a chegar na área aos 26. Djalma Silva chegou bem pelo lado esquerdo, mas foi interceptado pela marcação, a bola desviou e ficou fácil para o goleiro do Bugre. Os donos da casa tiveram outra chance aos 28, quando

Lucão do Break fez bom giro na área, deu o passe para trás e Bruno Sávio chegou batendo de primeira, mas a bola desviou em Garcia e foi para fora. 

Aos 38, o Bugre chegou novamente. Rodrigo Andrade recebeu passe perto da área, entrou e bateu rasteiro, exigindo uma defesa difícil do goleiro Simão, que foi buscar a bola no cantinho. Pouco depois, aos 42, a bola bateu no braço de Leandro Vilela dentro da área e o árbitro não titubeou em marcar o pênalti. O VAR checou o lance e confirmou a infração.

Quem foi para a cobrança foi o atacante Lucão do Break. Ele não bateu muito bem, mandou rasteiro e Simão chegou na bola, mas ela acabou entrando e o Bugre abriu o placar no fim do primeiro tempo. O árbitro apitou aos 47.

Segundo Tempo

Assim como no primeiro tempo, o Guarani iniciou tomando todas as ações da partida. Logo aos 4, Rodrigo Andrade avançou pela direita e cruzou a bola na área. Andrigo conseguiu a finalização, Simão defendeu mas deu rebote nos pés de Júlio César, que balançou as redes e ampliou o placar para a equipe de Campinas.

Na sequência, a partida ficou pouco movimentada, com as equipes trocando passes, mas sem criar grandes chances. Em geral, o Bugre continuou superior no jogo.  O Fantasma só teve boa chance aos 33, quando Djalma Silva cobrou escanteio e Alex Silva finalizou, mas o goleiro salvou em cima da linha. A bola sobrou com Pimpão, que chutou meio travado e a bola acabou saindo pela linha de fundo. 

Novamente em escanteio, aos 35, o Operário passou perto de diminuir a vantagem bugrina. Silva cobrou, a bola ficou viva na área e Garcia bateu pro gol, mas a bola ficou nas mãos do goleiro. No fim da partida, aos 42, Rodrigo Pimpão recebeu passe no bico da área pelo lado direito e tentou chute colocado por cobertura, mas a bola passou ao lado da trave e foi para fora. 

Nos acréscimos, aos 50, o Guarani marcou o terceiro gol. Bidu recebeu livre pelo lado esquerdo, e tentou dar passe para trás, mas a bola bateu em Alex Silva e morreu no fundo da rede do goleiro Simão. Primeiro  gol contra do Fantasma na temporada, 3 a 0 no placar e fim de jogo no Brinco de Ouro da Princesa. 

Escalações

Operário: Simão, Alex Silva, Reniê, Filemon, Fabiano (Rafael Oller); Fábio Alemão, Leandro Vilela (Chorão), Marcelo Oliveira (Cleyton); Felipe Garcia (Schumacher), Djalma Silva e Paulo Sérgio (Rodrigo Pimpão)

Guarani: Rafael Martins, M. Ludke, Thales, Rodrigo Alves  e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade (Índio) e Andrigo (Carlão); Bruno Sávio (Maxwell), Júlio César (Alan Victor) e Lucão do Break (Renanzinho)

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro Série B - 21ª rodada
Guarani x Operário Ferroviário
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa
Data e horário: 24/08/21 - 19h
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro - GO
Assistentes: Tiago Gomes da Silva - GO e Hugo Savio Xavier Correa - GO
Quarto árbitro: Luiz Alexandre Fernandes – PR
Árbitro de Vídeo: Elmo Alves Resende Cunha - GO (CBF)
AVAR: Diego Pombo Lopez - BA (CBF)
Observador de VAR: Emerson Luiz Sobral - PE (CBF)

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC