Com 18 gols marcados, Operário tem o 6º pior ataque da Série B

Em 21 rodadas, atacantes do atual elenco somam apenas 6 gols marcados

Com 18 gols marcados, Operário tem o 6º pior ataque da Série B

Desde que chegou ao Operário, Rodrigo Pimpão ainda não balançou as redes. Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

Atualmente na 9ª colocação e com 32 pontos conquistados, o Operário tem dificuldades para balançar as redes nesta série B. Com 21 jogos disputados, o Alvinegro de Vila Oficinas tem o 6º pior ataque da competição, com 18 gols anotados. O Fantasma está à frente apenas de Brasil-RS (com 12 gols) Londrina e Vila Nova (empatados com 14), Vitória (15) e Remo (17).

Ao analisar os 10 primeiros colocados da competição, o Operário tem o pior ataque e é o único time com saldo negativo, com -5 gols. Nos últimos dois jogos, o Fantasma acertou, no total, apenas 5 chutes no gol adversário (3 contra o Vasco e 2 contra o Guarani).

Questionado sobre a falta de finalizações nos últimos jogos, o treinador Matheus Costa acredita que existe mérito defensivo das outras equipes ao evitar os chutes do Operário. “Temos que analisar que há mérito dos adversários. Às vezes a gente só analisa que o Operário não está chutando, mas poucos enxergam que as outras equipes estão se defendendo bem”, justifica. “Depende também da característica do jogo. Contra equipes que precisam do resultado e abrem mais espaços pra atacarmos, fica mais fácil de finalizar. Contra equipes que jogam mais fechadas, as oportunidades são reduzidas”, explica o técnico.

O que ajuda a explicar o baixo número de gols da equipe é o pouco aproveitamento ofensivo dos atacantes do elenco. Paulo Sérgo é o atual artilheiro do time, com 3 gols. Felipe Garcia, Thomaz e Jean Carlo tem, cada um, apenas 1 gol marcado. Já Schumacher, Rodrigo Pimpão, Rafael Oller e Matheus Alemão ainda não balançaram as redes nesta série B. O centroavante Ricardo Bueno, vendido para o Juventude, anotou 4 gols enquanto defendeu o Fantasma na Série B. Ou seja, ao somar os gols de todos os atacantes (e meia-atacantes), o ataque operariano tem apenas 10 tentos nesta série B. Contabilizando apenas os que ainda estão no elenco, esse número diminui para 6 gols marcados.

Para melhorar o poder ofensivo da equipe, o Operário já apresentou nesta semana o meia Alan, ex-Palmeiras, e pretende anunciar o centroavante Gustavo Coutinho, do Fortaleza, ainda nesta semana. O Fantasma volta a campo no dia 4 de setembro, contra o Vitória, no Estádio Germano Krüger. O jogo está marcado para às 11h e é válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Assine o Clube NEC!

Colabore para manter a nossa cobertura de jornalismo independente sobre o esporte de Ponta Grossa (PR). Você tem opção de ajudar com uma pequena quantia todo mês no crédido recorrente ou, então, um valor para o plano semestral com desconto e opção de parcelamento ou boleto bancário em cota única!

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC