Operário perde de virada para o Náutico e soma oito jogos sem vencer

Fantasma foi derrotado em casa e pode se aproximar da zona de rebaixamento

Operário perde de virada para o Náutico e soma oito jogos sem vencer

Fantasma sofreu os dois gols em dois minutos na derrota para o Timbu - Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

No primeiro jogo sem o comando de Matheus Costa, o Operário Ferroviário saiu vencendo mas sofreu a virada e perdeu por 2 a 1 do Náutico na noite desta sexta-feira (01), no Estádio Germano Kruger. Com o resultado, o Fantasma chega ao oitavo jogo seguido sem vitórias, fica no 12º lugar, mas pode perder posições até o final da rodada e ficar mais perto da zona de rebaixamento.

Primeiro Tempo

A primeira etapa começou movimentada, com as duas equipes trocando bons passes e criando boas chances. Logo aos 3 minutos, Alex Silva recebeu de Marcelo e finalizou forte de fora da área, mas o goleiro Anderson estava atento e fez a defesa.

O Náutico respondeu aos 5 em boa jogada individual de Vinícius pela ponta esquerda. Ele avançou em velocidade, cruzou bem e Jaílson cabeceou, mas acabou mandando para fora, ao lado da trave. 

Logo depois, aos 6, Paulo Sérgio driblou Matheus Trindade, deixou o volante do Timbú no chão e fez bom passe para Marcelo que infiltrava na área, mas o meia não conseguiu alcançar para finalizar, mesmo se esticando. Boa chegada do Alvinegro. 

Na bola parada, o Fantasma também teve boa oportunidade aos 13. Djalma soltou uma bomba em cobrança de falta e Anderson fez outra defesa no jogo. Dentro da área, Alex Silva pegou o rebote e finalizou, mas a bola explodiu na trave do Náutico.  

A partida seguiu lá e cá, com as duas equipes criando as oportunidades e exigindo os goleiros. Junio Tavares cruzou na área aos 21 minutos e Vinicius cabeceou para o gol, mas Thiago Braga saltou e fez grande defesa para evitar o gol. Filemon completou e afastou a bola de lá. 

Imediatamente, o Fantasma respondeu. Rafael Oller fez boa jogada individual pela ponta direita, cruzou na área e Paulo Sérgio cabeceou para o chão, mas o goleiro da equipe pernambucana defendeu mais uma vez.

Aos 25, a bola parada surtiu efeito. Djalma Silva cobrou falta, a bola desviou em Hereda e confundiu a vida do goleiro que dessa vez não conseguiu evitar o gol Alvinegro. 1 a 0 para o Fantasma no Germano Kruger. 

Do meio pro fim do primeiro tempo, o domínio passou a ser todo do Fantasma. Alex Silva recebeu, enganou a marcação do volante Vinícius e fez o passe para Paulo Sérgio, que, dentro da área, bateu de chapa, mas Anderson defendeu aos 42 minutos.

Nos acréscimos, aos 46, Alan perdeu grande chance de ampliar a vantagem. Ele recebeu de Rafael Oller, dentro da pequena área, mas mesmo sozinho não conseguiu mandar para  dentro do gol e a bola saiu em tiro de meta. A árbitra apitou o fim do primeiro tempo logo depois, aos 47. Vantagem Alvinegra no placar.

Segundo Tempo

A segunda etapa também seguiu intensa. Logo aos 7 minutos o Fantasma conseguiu assustar. Rafael Oller recebeu bom passe, tentou a finalização da entrada da área, mas a bola explodiu na defesa e voltou nos pés de Alan. O meia ajeitou e bateu colocado, mas acertou o travessão e perdeu outra grande oportunidade para os donos da casa.

Logo depois, aos 10, outra pressão do Operário. Marcelo bateu com força de fora da área e a bola passou por cima do gol, mas levou perigo. Outra chance veio aos 25, quando Pimpão ganhou disputa de bola com Hereda e encontrou passe para Marcelo, que chutou cruzado, com força para Anderson fazer boa defesa. 

Aos 33 minutos, Rodolfo Filemon tentou afastar uma bola mas escorregou no lance. A bola ficou nos pés de Alex Silva no campo de defesa, que se atrapalhou e recuou mal para o goleiro Thiago Braga. Murillo ficou com a bola, mas foi derrubado pelo goleiro alvinegro e árbitra assinalou pênalti. 

Na queda, o zagueiro do Fantasma acabou machucando feio o braço de apoio e foi removido do campo de ambulância, direto para o hospital. Após o atendimento do jogador do Fantasma, Vinícius foi cobrar o pênalti para o Timbu e deixou tudo igual. 1 a 1 no placar aos 39 minutos. 

Logo no minuto seguinte, o Náutico conseguiu virar o jogo. Uma desatenção tomou conta do time ponta-grossense e Junior Tavares conseguiu cruzar certeiro para Caio Dantas. O atacante aproveitou dentro da pequena área e mandou para o fundo do gol.Sem outras grandes chances, a partida foi encerrada aos 55 minutos, com vitória do Náutico por 2 a 1 no placar.

Escalações

Operário: Thiago Braga, Alex Silva, Reniê, Filemon (Odivan) e Silva (Fabiano); Leandro Vilela, Marcelo Oliveira, Rafael Longuine (Rodrigo Pimpão) e Alan; Rafael Oller (Alemão) e Paulo Sérgio (Gustavo Coutinho)

Náutico: Anderson; Hereda, Camutanga, Rafael Ribeiro e Júnior Tavares; Rhaldney, Matheus Trindade (Marciel) e Matheus Jesus (Murillo); Jaílson (Djalma), Vinícius e Álvaro (Caio Dantas)

Ficha Técnica

Campeonato Brasileiro Série B - 28ª rodada
Operário Ferroviário x Náutico
Data e horário: 01/10/21 - 21h30
Local: Estádio Germano Krüger
Árbitra: Edina Alves Batista (SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (SP) e Leila Naiara Moreira da Cruz (SP)
Árbitra de Vídeo: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC