Operário sofreu gol no início do 2º tempo em 8 partidas desta série B

Problema persiste no sistema defensivo desde o início do campeonato

Operário sofreu gol no início do 2º tempo em 8 partidas desta série B

Zagueiro Odivan lamenta lance desperdiçado na partida contra o Goiás. Foto: André Jonsson/OFEC

PublicidadeNEC

O Operário Ferroviário empatou com o Góias em casa por 1 a 1 no último sábado (6) e conquistou um ponto importante, mas a equipe mais uma vez sofreu gol logo no início da 2ª etapa.

Assim como foi contra o Avaí (quando Copete marcou aos 3 minutos do segundo tempo) e contra o Coritiba (em que Leandro Castán marcou aos 2 minutos da etapa final), novamente o time sofreu gol nos primeiros minutos da etapa complementar. Desta vez, o carrasco foi Fellipe Bastos, de falta, aos 4 minutos.

Levando em consideração todas as 34 rodadas da série B, o Fantasma já levou gols no começo do segundo tempo em 8 oportunidades. Os jogos e os minutos dos gols são os seguintes:

2ª rodada - Operário 2 x 5 Guarani - 5 minutos
9ª rodada - Operário 0 x 5 Náutico - 6 minutos
10° rodada - Operário 2 x 1 Brasil - 7 minutos
15ª rodada - Goiás 1 x 0 Operário - 4 minutos
21ª rodada - Guarani 3 x 0 Operário - 5 minutos
32ª rodada - Operário 2 x 1 Avaí - 2 minutos
33ª rodada - Coritiba 3 x 0 Operário - 2 minutos
34ª rodada - Operário 1 x 1 Goiás - 4 minutos

Após o jogo contra o Goiás, questionado sobre o assunto, o técnico Ricardo Catalá tentou explicar o motivo da equipe sofrer tantos gols no começo do 2º tempo. “O jogador de futebol também é um ser humano, com emoções e sentimentos. Eles voltam do vestiário com tanta vontade, tanta ansiedade e desejo de vencer, que esses erros acabam acontecendo por conta desse excesso de ansiedade”, explicou o treinador.

O Fantasma volta a campo contra o Remo, nesta terça-feira (9), às 19h, no Estádio Germano Krüger. A partida é válida pela 35ª rodada da Série B de 2021.

Assine o Clube NEC!

Colabore para manter a nossa cobertura de jornalismo independente sobre o esporte de Ponta Grossa (PR). Você tem opção de ajudar com uma pequena quantia todo mês no crédido recorrente ou, então, um valor para o plano semestral com desconto e opção de parcelamento ou boleto bancário em cota única!

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC