Planejamento linear do Fantasma determina retorno de Danilo Báia

Lateral direito relembra insatisfação na passagem pelo Paraná Clube

Planejamento linear do Fantasma determina retorno de Danilo Báia

Báia deixou o Paraná após negociação conturbada - Foto: Emmanuel Fornazari

PublicidadeNEC

Nas graças da torcida, o lateral direito Danilo Báia está de volta ao Operário Ferroviário. Dois meses após a conquista do Paranaense, ele veste novamente a camisa do Fantasma, e logo na primeira entrevista fez questão de explicar o principal motivo do retorno: o bom planejamento executado em Vila Oficinas.

"Futebol é planejamento. O Operário teve sequência após o título. É um time campeão e com uma base formada. Lá no Paraná eu cheguei com mais uns seis jogadores. Não teve pré-temporada e todos queriam resultados imediatos. Sem planejamento as coisas não andam", afirmou Báia.

Questionado sobre uma possível decepção com o Paraná Clube, o lateral fez questão de mencionar a insatisfação com a equipe da capital, onde chegou a atuar como titular, mas perdeu espaço.

Leia também:
Reservas do Operário usam "folga" para buscar vaga na equipe
Lata personalizada do Fantasma vaza em redes sociais

"Arrependido não estou; foi uma tentativa. Fazia algum tempo que eu não jogava a Série B. Eu tentei, mas as coisas não deram certo e não tive sequência, o que contou para a minha saída. A rescisão foi conturbada, pois a diretoria não queria me liberar. Gosto de ser feliz nos times que defendo e lá eu não estava feliz", detalhou.

Na volta a Vila Oficinas, ele reencontra dez companheiros que ajudaram o Operário a conquistar o inédito título estadual. Titular absoluto na campanha vitoriosa, Danilo Báia brigará com Alemão e Alex Travassos por uma vaga na equipe.
Compartilhe essa notícia com seus amigos!