Defesa falha e Operário perde a primeira partida no Paranaense

Fantasma sofreu com a bola aérea e saiu de campo derrotado

Defesa falha e Operário perde a primeira partida no Paranaense

Coritiba se impôs e conseguiu garantir os três pontos diante do Operário - Foto: Josué Teixeira

PublicidadeNEC

E não foi desta vez que o Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) venceu o Coritiba depois do seu retorno à elite do futebol paranaense. O Fantasma não resistiu à pressão alviverde e saiu de campo derrotado por 2 a 1, em jogo válido pela terceira rodada do Estadual. Com o resultado, o Operário caiu para a quinta colocação e segue com 4 pontos. O Coritiba chegou aos 9 e lidera a competição.

 

O primeiro tempo foi de muita marcação e poucos lances agudos de gol. O jogo se concentrou no meio de campo e os dois arqueiros pouco trabalharam. Apesar disso, o Coxa conseguiu achar um gol e foi para o intervalo em vantagem. Aos 42 minutos, o atacante Rafhael Lucas subiu mais que a zaga operariana e abriu o marcador.

 

Veio a segunda etapa e o técnico Itamar Schulle fez duas alterações no Fantasma. Entraram Juba e Eliomar e saíram Pedrinho e Paulinho. A mudança surtiu efeito e aos três o alvinegro empatou a partida. O meia Ruy recebeu a bola e mandou no canto direito do goleiro Vaná. O Coxa não se deixou abater e empatou três minutos depois, com Mazinho, que surgiu no meio da defesa para recolocar a alviverde na frente.

 

Com o passar do jogo, o Coxa conseguiu se impor e passou a envolver o time do Operário, que viu o volante Léo Salino ser expulso aos 30 minutos do segundo tempo. O time de Vila Oficinas volta a campo na próxima quarta-feira, para enfrentar o Londrina, no Estádio do Café. O jogo acontece às 20h. Já, o Coritiba enfrenta o Foz do Iguaçu, no mesmo dia, mas às 22h.

 

 

FICHA TÉCNICA

Coritiba: Vaná; Ivan, Luccas Claro, Leandro Almeira e Carlinhos; Rosinei, João Paulo e Pedro Ken (Alan Santos); Negueba, Mazinho (Dudu) e Raphael Lucas. Técnico: Marquinhos Santos

 

Operário: Jonathan; Danilo Baia, Douglas Mendes, Marcelo Carvalho e Peixoto; Chicão, Léoo Salino, Pedrinho (Eliomar) e Ruy; Paulinho (Juba) e Douglas (Lucas). Técnico: Itamar Schulle

 

Local/Data: Estádio Couto Pereira, 07/02/2015, às 19h30

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques - Diego Bonfim (4º árbitro)

Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Arestides Pereira da Silva Júnior

Compartilhe essa notícia com seus amigos!
PublicidadeNEC