ANáLISE
O que as contratações trouxeram de bom ao Operário?
PublicidadeNEC

Candidatura de Balansin está mais enrolada do que coligação política

Diretoria do Operário já estuda um novo nome para ser candidato

Por: ‎Emmanuel Fornazari em 10/11/2016 15:22:51 atualizado em 17/01/2019 06:55:58

Vereador eleito pelo PTN, o gerente de futebol Paulo Balansin ainda não definiu se irá ser candidato à presidência do Operário. Comparando a situação com o cenário político, a decisão do dirigente está mais enrolada do que as negociações para a formação da coligação que participou nas eleições municipais, com o Partido da República (PR).


As eleições do Operário acontecem em um mês. Até agora a cúpula, coordenada pelo atual presidente Laurival Pontarollo, não conseguiu definir um candidato à sucessão. Depois de várias recusas, como de Álvaro Góes e Rubens Selski, uma nova negociação acontece – e até mesmo Balansin pode ficar em segundo plano.


"Nós estamos conversando uma pessoa que tem experiência no futebol. Se der certo, irá colaborar muito com o Álvaro [Goes] . Tem o nome do Paulo Balansin também, que faz parte do grupo, porém tornou-se uma opção mais distante", revela Pontarollo.


À reportagem do Net Esporte Clube, Balansin novamente postergou a decisão, argumentando – novamente – que ainda precisa conversar com o presidente do Grupo Gestor, Álvaro Góes. Nas redes sociais, o nome dele havia agradado boa parte dos torcedores do Fantasma.


*Com informações da jornalista Letícia Cabral

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/3562/Candidatura-de-Balansin-esta-mais-enrolada-do-que-coligacao-politica" data-text="Candidatura de Balansin está mais enrolada do que coligação política">
PublicidadeNEC