Carteado marca véspera de jogo

Comissão técnica e jogadores disputam quem melhor joga baralho

Carteado marca véspera de jogo

Atacante Andrezinho e preparador físico Gamarra jogam baralho - Foto: Amauri Barbosa/Divulgação Operário

As disputas internas no Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) não ficam apenas pelas vagas no time titular. Mais do que isso: quando o assunto é carteado, a competição coloca frente a frente jogadores e membros da comissão técnica.


A noite de véspera para o jogo-treino contra o Figueirense foi de descontração no hotel onde a delegação do Fantasma está hospedada. O jogo de baralho entre comandantes e comandados conflui com a meta do treinador Itamar Schulle de promover interação no grupo.


“Este tempo que vamos ficar em Santa Catarina vai ser importante para construirmos laços entre os atletas e também a comissão. É um grupo novo, que precisa se conhecer melhor. Saber da vida do companheiro, contribui com o trabalho”, destacou o técnico antes da viagem.


Para o zagueiro Douglas Mendes, a convivência diária aproxima os jogadores. “É bom para entender melhor a opinião de cada um sobre diversos assuntos, até mesmo alheios aos futebol, o problema é se companheiro de quarto roncar”, brincou no dia do embarque para Jaraguá do Sul.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!