PublicidadeNEC

Advogado que defendeu o Operário após abandono em Foz morre no Rio

Domingos Moro era considerado um dos principais nomes da área no país

Por: Felipe Gustavo em 12/02/2017 19:01:27 atualizado em 01/11/2018 12:35:00

Advogado que defendeu o Operário após abandono em Foz morre no Rio
Domingos Moro tinha 57 anos e defendeu o Fantasma em 2008 - Foto: Divulgação
O advogado Domingos Moro, de 57 anos, foi encontrado morto neste domingo (12) dentro da própria residência na Zona Sul do Rio de Janeiro. Considerado um dos principais advogados desportivos do país, Moro defendeu o Operário Ferroviário em 2008 após o episódio de abandono de campo contra o Foz, na última rodada da Divisão de Acesso.

Naquela oportunidade, o Fantasma chegou a ser impedido de disputar competições oficiais na temporada seguinte. Porém, com a defesa de Moro, o clube conseguiu reverter a situação no Pleno do STJD e pode jogar novamente a Segundona, conquistando o acesso em 2009.

A notícia da morte de Moro abala o esporte paranaense de modo geral, já que o advogado atuou em diversos clubes do estado e foi diretor do Coritiba.

De acordo com a Rádio Banda B, de Curitiba, Moro foi encontrado morto dentro de casa, na frente do computador. A causa da morte ainda não foi divulgada.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/3951/Advogado-que-defendeu-o-Operario-apos-abandono-de-campo-morre-no-Rio" data-text="Advogado que defendeu o Operário após abandono em Foz morre no Rio">
PublicidadeNEC