PublicidadeNEC

Gol sofrido pela primeira vez na Segundona traz ‘alívio’ ao Operário

Fantasma passou mais de 500 minutos com a defesa invicta

Por: Felipe Gustavo em 06/04/2017 10:50:52 atualizado em 01/11/2018 13:09:12

Gol sofrido pela primeira vez na Segundona traz ‘alívio’ ao Operário
Simão passou quase seis jogos completos sem sofrer gols na Segundona - Foto: Bianca Machado/OFEC

Se por um lado o Operário Ferroviário continua com 100% de aproveitamento na Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense, do outro a defesa alvinegra perdeu a invencibilidade na competição. O gol anotado pelo atacante Madalena, da Portuguesa Londrinense, aos 32 minutos do segundo tempo, quebrou uma sequência de 527 minutos do Fantasma sem ser vazado.


O gol sofrido parece ter trazido uma espécie de alívio para o técnico Gerson Gusmão. Isso porque a estatística jogava uma pressão diferenciada sobre a equipe. Além disso, o Fantasma digeriu bem a situação negativa.


“Em algum momento nós íamos sofrer o gol, mas essa não era uma prioridade nossa. O importante é o resultado e ver que a equipe teve poder de reação logo na sequência”, avalia Gersinho.


Quando sofreu o gol, o Operário já vencia por 3 a 0 a partida. E menos de dez minutos após Madalena marcar o Fantasma fez o quarto na partida. Cristian balançou as redes e fechou o placar em 4 a 1.


O time comandado por Gersinho retorna aos gramados neste domingo (9), às 15h30, quando visita o Maringá FC. A partida válida pela sétima rodada da Segundona acontece no Estádio Willie Davids, em Maringá.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/4269/Gol-sofrido-pela-primeira-vez-na-Divisao-de-Acesso-traz-alivio-ao-Operario" data-text="Gol sofrido pela primeira vez na Segundona traz ‘alívio’ ao Operário">
PublicidadeNEC