PublicidadeNEC

Operário passa sufoco, tropeça, mas mantém invencibilidade no Acesso

Mesmo sem inspiração, Fantasma permanece na liderança da Segundona

Por: Felipe Gustavo em 09/04/2017 20:31:43 atualizado em 01/11/2018 13:07:57

Operário passa sufoco, tropeça, mas mantém invencibilidade no Acesso
Cristian foi a novidade na escalação do Operário Ferroviário - Foto: Bianca Machado/OFEC

Pela primeira vez na Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense o Operário Ferroviário não sentiu o sabor da vitória. Mas o empate em 0 a 0 com o Maringá FC, na tarde deste domingo (9), no Estádio Willie Davids, manteve a invencibilidade alvinegra na competição. Além disso, o Fantasma permanece na liderança da primeira fase, com 19 pontos.


O problema é que a ‘gordura’ de vantagem para o vice-líder Paranavaí diminuiu de quatro para apenas dois pontos. Outro fator preocupante é que dentro de campo a equipe comandada por Gerson Gusmão mostrou pouca inspiração, ficando boa parte dos 90 minutos sob pressão do rival.


Primeiro tempo


O duelo entre os dois rebaixados da temporada 2016 começou bastante pegado. O início da primeira etapa ficou marcado pelo alto número de cartões amarelos aplicados pela arbitragem. Com a bola rolando, o Fantasma esteve irreconhecível e pouco criou.


Do outro lado, o Maringá era só pressão e ficou muito perto de abrir o placar em pelo menos quatro oportunidades. Aos 26 minutos, o zagueiro Anderson arriscou e a bola passou perto da meta. Aos 30 foi a vez de Lelo arrematar e jogar pela linha de fundo.


Três minutos depois, o experiente Léo Maringá finalizou, a bola desviou em Diego Macedo e morreu nas mãos do goleiro Simão. Aos 40 minutos, Paulo Morais fez bonita jogada, mas foi travado por Sosa na hora do chute.


O primeiro tempo terminou com placar fechado, mas o Operário levou o prejuízo de ficar sem o zagueiro Diego Macedo, que precisou ser substituído pelo jovem Alisson.


Segundo tempo


A etapa complementar teve um ritmo menos intenso, porém o lado criativo do Operário seguia pouco inspirado. As chances ofensivas eram mínimas. Em uma das melhores, Danilo Baia cruzou para Jean Carlo, que livre de marcação cabeceou nas mãos do goleiro adversário.


Já Simão salvou a meta alvinegra em duas chances. Na primeira, Léo Maringá cabeceou e o goleiro alvinegro pegou bonito. Depois, aos 43 minutos, ele parou Marco Aurélio. Na dividida, o meia do Maringá pediu pênalti e acabou sendo expulso por simulação e reclamação.


Com um a mais, o Fantasma se aventurou no ataque nos minutos derradeiros. A melhor oportunidade foi do volante Willian Daltro, mas ele pegou muito embaixo da bola e a finalização saiu pela linha de fundo.


Próxima rodada


O Operário volta a campo para a penúltima rodada da primeira fase. O Fantasma reencontra a torcida alvinegra no Estádio Germano Krüger, onde faz o clássico regional com o Iraty. O embate está programado para quarta-feira (12), a partir das 20 horas.


FICHA TÉCNICA


Maringá: Dheimison; Danilo, Egon, Anderson e Junior Prego; William, Léo Maringá, Marco Aurélio e Maikinho (Rodrigo Jesus); Paulo Morais e Lelo (Lucas Vieira). Técnico: Fernando Marchiori.


Operário: Simão; Danilo Báia, Diego Macedo (Alisson), Sosa e Peixoto; Chicão (Willian Daltro), Serginho Paulista e Dione; Cristian, Jean Carlo e Vandinho (Lucas Batatinha). Técnico: Gerson Gusmão.


Data/Horário/Local: 09/04/17, às 15h30, no Estádio Willie Davids, em Maringá

Público e Renda: 1.418 pagantes / 1.513 total / R$ 25.920,00

Árbitro: Anderson Iraci Guimarães

Assistentes: Leandro Luiz Zeni e Welvys Fladerson Gomes Afonso
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/4291/Operario-passa-sufoco-tropeca-mas-mantem-invencibilidade-no-Acesso" data-text="Operário passa sufoco, tropeça, mas mantém invencibilidade no Acesso">
PublicidadeNEC