PublicidadeNEC

Direção do OFEC adota cautela após clube "bater na trave" duas vezes

Álvaro Góes relembra episódio recente da história alvinegra

Por: Felipe Gustavo em 05/08/2017 20:37:43 atualizado em 01/11/2018 11:55:05

Direção do OFEC adota cautela após clube
Presidente do Grupo Gestor, Álvaro Góes viveu de perto a eliminação para o Remo - Foto: Arquivo NEC
O torcedor do Operário Ferroviário não gosta nem de lembrar das participações anteriores do clube nas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. O Fantasma ficou pelo caminho e passou raspando de uma vaga na Série C em duas oportunidades: contra o Madureira (2010) e contra o Remo (2015).

Presidente do Grupo Gestor há duas temporadas, Álvaro Góes comentou a terceira chegada do Operário à etapa decisiva lembrando do que vivenciou recentemente ao lado da equipe de Vila Oficinas.

"Não ganhamos nada ainda. Vamos ter mais dois jogos difíceis pela frente. Volta aquele passado na mente, quando em 2015 nós acabamos perdendo por 1 a 0 aqui e depois fomos até Belém. Tudo isso vem na cabeça da gente", lembra o homem forte do futebol alvinegro.

Apesar do discurso, Góes crê que o clima que se formou após o embate com o Espírito Santo pode ser decisivo para o Fantasma. "Tenho certeza de que saímos muito fortalecidos. Toda a equipe mostrou isso. Acho que a gente vai alcançar o nosso objetivo”, frisou.

O Operário luta pela vaga na Série C contra o Maranhão. A primeira partida acontece neste domingo (6), às 16h, em São Luís (MA), no Estádio Castelão. A volta está programada para 14 de agosto (segunda), às 21h, no Germano Krüger, em Ponta Grossa.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/4891/Direcao-do-Operario-adota-cautela-apos-clube-bater-na-trave-duas-vezes" data-text="Direção do OFEC adota cautela após clube "bater na trave" duas vezes">
PublicidadeNEC