PublicidadeNEC

Operário precisa eliminar Paraná para manter objetivo da Série D

Resultado dos rivais muda panorama e traz desvantagem ao Fantasma

Por: ‎Emmanuel Fornazari em 06/04/2015 07:22:24 atualizado em 17/01/2019 09:35:59

Operário precisa eliminar Paraná para manter objetivo da Série D

Operário volta a receber o Paraná no Germano Kruger e precisa vencer o jogo - Foto: Josué Teixeira

Operário precisa eliminar Paraná para manter objetivo da Série D
PublicidadeNEC

Se a matemática antes dos primeiros jogos das quartas de final do Campeonato Paranaense dava vantagem ao Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC) numa disputa por vaga na Série D, a projeção mudou após o encerramento da primeira volta do mata-mata.


A vitória do Maringá sobre o Londrina por 2 a 1 e a derrota do JMalucelli para o Foz do Iguaçu por 3 a 1 compuseram um cenário em que só a classificação para as semifinais mantém viva a chance do Fantasma chegar à Série D do Campeonato Brasileiro.


A indicação se dá por mais de um motivo. Numa primeira combinação, caso Maringá e Foz avancem para as semifinais junto com Paraná e Coritiba - que briga com o Cascavel e já venceu o primeiro jogo por 3 a 1 - estes dois já estariam na Série D.


Isso ocorre já que ambas as equipes do interior não têm calendário e por chegarem à semifinal já garantem, no mínimo, terceiro e quarto lugares na classificação geral, posto que dá vaga ao Brasileiro da quarta divisão.


Além disso, num outro cenário, com Paraná, Coritiba e JMalucelli nas semifinais e com o Maringá eliminado pelo Londrina, o Operário também ficaria sem a vaga. Isso porque a vitória dos marigaenses no primeiro jogo contra o Tubarão deu a eles três pontos.


Com isso, o Maringá superou o Fantasma na classificação geral, tendo 23 pontos contra 21. Com apenas um time sem calendário nas semifinais - neste exemplo o Jotinha - o time da Cidade Canção ficaria com o quinto lugar geral e a outra vaga para a Série D.


O Operário terminaria na sexta posição. Caso este cenário praticamente se repita, mas com o Foz se classificando ao invés do JMalucelli, ao lado de Paraná, Londrina e Coritiba, o time da fronteira garantiria vaga direta para a Série D.


A outra indicação ficaria ou para JMalucelli ou Maringá dependendo de resultados e saldo de gols. Se o Jotinha cair por empatar o segundo jogo com o Foz ou perder nos pênaltis, ganha a vaga por ter mais pontos que o Maringá, alcançando 24 ou 26.


Já o Maringá, que só é eliminado pelo Tubarão se perder o jogo, não passaria de 23 pontos. A disputa entre os maringaenses e o JMalucelli só iria para o salda de gols caso o Jota perca novamente para o Foz. Atualmente, o Jotinha tem saldo 6 e o Maringá 5.


Portanto, para o Operário, não existe outro resultado que não seja a vitória. Se alcançar o feito, o Fantasma pode se classificar direito à Série D caso o Maringá seja eliminado pelo Londrina, independente de quem passar entre JMalucelli e Foz.


Leia também:

Operário perde chances claras e empata com Paraná no Couto Pereira


Por outro lado, se Operário e Maringá avançarem juntos com o Jotinha ou os fronteiriços, a disputa se estende para as semifinais. Quem se classificar para a decisão garante vaga na Série D. Se apenas um alcançar o feito, o outro classificado será indicado pelo número de pontos obtido exclusivamente no confronto das semifinais.

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/492/Operario-precisa-eliminar-Parana-para-manter-objetivo-da-Serie-D" data-text="Operário precisa eliminar Paraná para manter objetivo da Série D">
PublicidadeNEC