PublicidadeNEC

Substitutos decidem a parada e levam o Operário à final da Série D

Robinho e Schumacher marcam e despacham o Atlético-AC

Por: Felipe Gustavo em 29/08/2017 02:20:28 atualizado em 01/11/2018 11:38:33

Substitutos decidem a parada e levam o Operário à final da Série D
Robinho abriu o caminho para a vitória alvinegra em Vila Oficinas - Foto: José Tramontin/OFEC

O Operário Ferroviário está na final da Série D do Campeonato Brasileiro. A classificação alvinegra veio na noite desta segunda (28), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. O Fantasma decidiu a parada nos primeiros minutos e bateu o Atlético-AC pelo placar de 2 a 0.


Com o resultado, o time comandado por Gerson Gusmão mantém a campanha 100% dentro de casa na competição nacional. São sete vitórias em sete partidas. Nesta segunda, o público em Vila Oficinas foi superior a sete mil torcedores.


Primeiro tempo


Mesmo com quatro mudanças na equipe titular - que ficou sem o zagueiro Alisson, os meias Athos e Washington, além do atacante Lucas Batatinha -, o Operário começou avassalador na partida decisiva da semifinal. E foram justamente os jogadores substitutos que fizeram a festa da torcida.


Aos 8 minutos, em levantamento na área, Schumacher cabeceou, a bola bateu nas duas traves, o goleiro afastou e o meia Robinho completou para as redes, abrindo o placar.


Pouco depois, aos 14, foi a vez de Schumacher vibrar com os alvinegros. O camisa 9 ganhou na velocidade da defesa, saiu na cara do gol e tocou na saída de Miller. Para infelicidade do centroavante, ele deixou o gramado dez minutos depois sentindo uma lesão no tornozelo. Dione entrou na partida.


Sem dar espaço ao adversário, o time comandado por Gerson Gusmão chegou a marcar o terceiro com o também reserva Tiago Alencar, mas a arbitragem corretamente anulou e marcou posição de impedimento do zagueiro.


Segundo tempo


Apesar da vantagem, o Operário ainda teve mais volume de jogo na etapa complementar. Logo no primeiro minuto, Robinho recebeu na área e foi travado pela defesa no momento do chute.


Com velocidade, o Fantasma se esbaldava nos contra-ataques. Robinho e Jean Carlo desperdiçaram oportunidades claras de gol. Na sequência, Quirino, de cabeça, também ficou no quase.


A melhor oportunidade dos visitantes veio aos 41 minutos, quando Rafael bateu forte da entrada da área e obrigou o goleiro Simão a se esticar todo para espalmar.


Final


Na decisão da Série D, o Fantasma terá pela frente o Globo (RN). As partidas estão programadas para as duas próximas semanas. O primeiro confronto será no estado potiguar, enquanto a volta terá como palco o Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.


FICHA TÉCNICA


Operário: Simão; Danilo Baia, Tiago Alencar, Sosa e Peixoto; Chicão, Índio e Robinho (Serginho Paulista); Quirino, Jean Carlo (Daisson) e Schumacher (Dione). Técnico: Gerson Gusmão


Atlético-AC: Miller; Weverton, Diego, Juan e Jeferson; Leandro, Renato (Tragodara) e Luiz Henrique (Altemir); Eduardo (Geovani), Polaco e Rafael Barros. Técnico: Álvaro Miguéis


Data/Horário: 28/08/2017 (segunda), às 21h15 (horário de Brasília)

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa

Público pagante: 6.386
Livre: 644
Público Total: 7.030
Renda: R$ 140.140,00

Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)

Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Cipriano da Silva Sousa (TO)
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/4999/Substitutos-decidem-a-parada-e-levam-o-Operario-a-final-da-Serie-D" data-text="Substitutos decidem a parada e levam o Operário à final da Série D">
PublicidadeNEC