PublicidadeNEC

Lei municipal gera conflito com "sócio kids" do Operário Ferroviário

Regulamentação exige entrada gratuita para menores de 14 anos

Por: Redação NEC em 14/11/2017 17:45:06 atualizado em 01/11/2018 11:03:46

Lei municipal gera conflito com
Operário criou o sócio kids para contemplar os "novos torcedores" - Foto: João Vitor Rezende/Arquivo
A diretoria do Operário lançou recentemente uma nova modalidade de sócio-torcedor voltada para crianças: é o plano kids. Com ele, crianças de 3 a 12 anos precisariam ser cadastradas, com recolhimento de R$ 10 por mês. De 0 a 3, seria uma cota única do mesmo valor.

Porém, a exigência vai contra a lei municipal 12.341/2015. A regulamentação prevê que qualquer pessoa com idade inferior a 14 anos tenha acesso gratuito a eventos esportivos desde que acompanhada pelos pais ou responsáveis legais.

A ideia do Operário era cobrar meia-entrada de todos os menores de 12 anos que não fizessem parte do sócio kids. A reportagem do Net Esporte Clube entrou em contato com a diretoria do Operário para questioná-la sobre o conflito legal.

Através da assessoria de imprensa, o clube informou que aguarda uma regulamentação da Prefeitura sobre a quantidade de ingressos que poderão ser destinados à gratuidade. Porém, até lá, o acesso para menores de 14 anos, acompanhados de pais ou responsáveis que comprarem ingressos, estará garantido.

Outros benefícios

Apesar das mudanças, a diretoria acredita que o programa deverá ter boa adesão devido aos benefícios oferecidos, que vão além da entrada gratuita em jogos. Existem descontos e ações estão programadas para contemplar apenas os sócios da categoria Kids, como a entrada no gramado junto ao elenco.

*Reportagem do jornalista Lucas Matos, especial para o Net Esporte Clube
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/5253/Lei-municipal-gera-conflito-com-socio-kids-do-Operario-Ferroviario" data-text="Lei municipal gera conflito com "sócio kids" do Operário Ferroviário">
PublicidadeNEC