PublicidadeNEC

Antes empecilho, calendário vira trunfo do Operário no mercado

Fantasma apresenta três reforços para Divisão de Acesso e Série C

Por: Redação NEC em 30/11/2017 09:34:32 atualizado em 01/11/2018 10:54:52

Antes empecilho, calendário vira trunfo do Operário no mercado
Raphael e Cleyton, ao lado do técnico Gersinho, foram dois dos apresentados - Foto: Bianca Machado/OFEC
O Operário Ferroviário apresentou nesta quarta-feira (29) três novos jogadores para a temporada 2018. Dois deles já haviam sido anunciados previamente: o lateral esquerdo Raphael Soares e o meia Cleyton. O terceiro nome é o do zagueiro Yuri, que vinha sendo especulado nos bastidores de Vila Oficinas.

O defensor tem 23 anos e estava no Tuna Luso (PA). Yuri enfrentou o Operário pelas quartas de final da Série D deste ano, atuando pelo Maranhão (MA). Ele inclusive marcou o gol do clube nordestino no jogo de ida. O atleta passou pela base do Sport (PE) e também atuou por Andraus (PR) e Tiradentes (CE).

“Meu interesse em vir para o Operário foi muito grande. Agradeço ao professor Gerson, que confiou no meu trabalho recente”, declarou Yuri.

Já o lateral Raphael, de 25 anos, revelou que deixou outra proposta de lado antes de desembarcar em Vila Oficinas. “Estava acertado com outra equipe, mas o Operário tem ótimas referências e também terá uma sequência de calendário, com o Estadual e a Série C. Então eu optei vir para cá e espero poder ajudar o grupo”.

Com mais experiência, Cleyton, de 27 anos, espera repetir as boas atuações de 2016, quando foi destaque da Série D do Brasileiro com a camisa do CSA (AL). “Um dos motivos de ter escolhido o Operário é o projeto apresentado. O time está crescendo e, como também quero crescer, acho que uni o útil ao agradável”.

O técnico Gerson Gusmão comentou sobre a escolha dos atletas. “São jogadores que eu já venho observando há alguns campeonatos. O Yuri foi nosso adversário na Série D pelo Maranhão. O Raphael eu acompanhei alguns jogos na A2 [do Paulista] e também tive algumas informações da participação dele na Série D. Já o Cleyton é um meia-atacante que finaliza muito bem e chega próximo ao gol adversário. Esperamos que eles se adaptem o mais rápido possível e nos ajudem nessa caminhada em 2018”, resumiu.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/5329/Antes-empecilho-calendario-vira-trunfo-do-Operario-no-mercado" data-text="Antes empecilho, calendário vira trunfo do Operário no mercado">
PublicidadeNEC