PublicidadeNEC

Operário busca apoio para projeto de ampliação do Germano Krüger

Álvaro Góes afirma que depende do Governo Municipal para a reforma

Por: Redação NEC em 10/01/2018 09:07:47 atualizado em 17/11/2018 11:53:17

Operário busca apoio para projeto de ampliação do Germano Krüger
Nas reta final da Série D, Germano recebeu a capacidade máxima por duas vezes - Foto: José Tramontin/OFEC

Após jogar com casa lotada nas finais da Série D do Campeonato Brasileiro, o Operário Ferroviário se viu frente a um desafio: a reforma e ampliação do Estádio Germano Krüger. Impulsionado pela boa fase e preços promocionais, o esgotamento de ingressos - muitas vezes dias antes dos confrontos - aumentou os pedidos pela ampliação.


Quatro meses depois da conquista do título nacional, o assunto volta a rondar os diretores do Fantasma. O presidente do Grupo Gestor, Álvaro Góes, comentou nesta semana que já existe um projeto para o aumento da capacidade do estádio alvinegro e o clube busca apoio do poder público para dar início ao projeto.


“No ano passado, em uma conversa com o nosso prefeito, pedi para que ele encampasse o Germano Krüger. Não só pelas melhorias de banheiros e outras coisas, mas para aumentar o nosso estádio. Já temos um projeto pronto para o aumento. Vamos preparar o orçamento para apresentar a ele e ver se topa encampar por alguns anos”, explica Góes.


Uma maior capacidade de público é uma das exigências para a disputa de torneios em divisões maiores no campeonato nacional. Para a decisão da Série C, por exemplo, o regulamento exige no mínimo 10 mil lugares para torcedores sentados. O mesmo número é exigido para a disputa de toda a Série B.


A capacidade atual do Germano Krüger é de 8.872 torcedores. São 1.128 lugares a menos do que o necessário. Para Góes, sem a reforma o Operário Ferroviário deve procurar outro estádio para jogar.


“Se formos para uma final de Série C não poderemos jogar em nosso estádio, a não ser que a gente traga alguma arquibancada. Se a gente passar para uma Série B de Brasileiro, é difícil jogar aqui com o limite que nós temos hoje. Então precisamos fazer um trabalho, um esforço grande. Mas eu dependo do poder público, não consigo fazer isso sozinho. Não tem como administrar o time e fazer uma reforma no estádio, pois não possuímos o dinheiro”.


Questionado em relação ao projeto, o presidente do Grupo Gestor informou sobre o responsável e a quantidade de lugares para o público. “Temos de fazer para pelo menos mais cinco mil pessoas. Poucos estádios têm capacidade para 15 mil pessoas. Esse é o nosso objetivo. O João Amilton já possui um projeto pronto. Durante a semana vamos sentar e montar o orçamento para apresentar à Prefeitura”, conclui Góes.


* Reportagem de Lucas Matos, especial para o Net Esporte Clube

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/5439/Operario-busca-apoio-para-projeto-de-ampliacao-do-Germano-Krueger" data-text="Operário busca apoio para projeto de ampliação do Germano Krüger">
PublicidadeNEC