PublicidadeNEC

Dois anos, dois títulos, e a revolução alvinegra; Gersinho é o Destaque NEC

Treinador do Operário abre nova série mensal do Net Esporte Clube

Por: ‎Emmanuel Fornazari em 31/01/2018 20:49:27 atualizado em 01/11/2018 10:26:27

Dois anos, dois  títulos, e a revolução alvinegra; Gersinho é o Destaque NEC
Gerson Gusmão é o destaque NEC do mês de janeiro - Foto: Amanda Antunes Machado/Centro Europeu
O Net Esporte Clube lança neste dia 31 de janeiro uma nova série de reportagens. Todo último dia do mês uma personalidade do esporte vai protagonizar espaços do portal em texto, foto e vídeo. A produção é um projeto da equipe NEC, com apoio do Centro Europeu Profissões e Idiomas. Quem inaugura a série é o técnico do Operário, Gerson Gusmão, detentor de dois títulos e há poucos dias de iniciar, em campo, um novo desafio.

"Eu queria ser professor de educação física em escolas", revela Gersinho

O primeiro dia à frente do Operário não indicava os momentos de glória que viriam após duas temporadas no comando do alvinegro. Do rebaixamento à segunda divisão do Paranaense - que não pode levar os créditos, já que comandou o time somente na última rodada do estadual -, ao principal título da história.

Gerson Gusmão, o Gersinho, que já tinha o título paranaense de 2015 pelo próprio Fantasma, mas como auxiliar técnico, escreve em apenas dois anos de carreira até aqui um início promissor: campeão da Taça FPF em 2016, rendendo vaga na Série D, a qual também foi conquistada, em 2017.

"Claro que muda. Foi algo muito importante, transformador, porque muitos técnicos experientes não conseguiram ser campeões de um torneio como a Série D. Agora a minha responsabilidade aumenta pois também vou ser mais cobrado por isso", destaca o treinador.

Com 43 anos, Gerson foi jogador de futebol. Canhoto, atuou na lateral esquerda e no meio de campo. Ao encerrar a carreira de atleta, não cogitava estar à beira do gramado: "Eu queria ser professor de educação física nas escolas".

Tudo mudou quando aceitou uma proposta para ser treinador da base do Novo Hamburgo (RS). Em pouco tempo virou auxiliar técnico da equipe profissional, encontrou Itamar Schulle e aí o caminho com o Operário se cruzou até o feito inédito no estado.

No Fantasma, Gersinho é mais que um treinador. Numa equipe que a cada conquista amplia a estrutura, ele ainda precisa - e gosta disso - ser um gestor,  contribuindo com a administração de setores do clube e do elenco, além de montar a equipe dentro de campo.

"É preciso conquistar o respeito dos companheiros, primeiramente. Depois mostrar a lógica do trabalho. É uma grande responsabilidade gerir um grupo, porque são pessoas diferentes, de qualidade, que querem o espaço", aponta.

Não é exagero dizer que Gerson Gusmão conseguir revolucionar a história do Operário. O sonho do calendário cheio veio com o trabalho dele, aliado ao elenco que demostrou a qualidade necessária para atingir o objetivo. Nem Schulle, campeão paranaense, conseguiu tal façanha. É o aprendiz superando o mestre.

Caseiro com... futebol

Quando deixa a prancheta na sala da comissão técnica e sai do Operário, Gersinho, aos 43 anos, não curte badalação. Nada de recusar autógrafos ou fotos pela cidade, o carinho do torcedor é combustível - mas o que ele prefere mesmo é ficar em casa, com a família. Só que deixar o futebol no clube não faz parte da programação.


"Eu vejo muitos jogos quando estou em casa, estudo bastante o futebol, porque não dá para parar. Gosto de pesquisar na internet e assistir partidas na TV a cabo. Gosto muito de ficar com a família, o que às vezes é coisa rara", comenta o técnico, ao lembrar uma situação "inusitada".

"Esses dias era domingo e eu estava fazendo um churrasco com a família. Domingo? Isso é novidade, porque no futebol geralmente você tá trabalhando", aponta para finalizar: "Trouxe um hábito do Sul. Gosto é de tomar chimarrão, isso é sagrado".

O terceiro ano da passagem de Gerson Gusmão pelo Operário começa oficialmente em 10 de fevereiro, no primeiro jogo do Fantasma na segunda divisão do Paranaense. Será às 16h30, no Estádio Germano Kruger, contra o Andraus.

Clipe: Gersinho fala de como virou treinador, o que mais gosta de fazer e deixa uma recado para o torcedor do Operário. Assista! 


PRÓXIMO DESTAQUE NEC

A próxima reportagem sobre o destaque do mês no esporte ponta-grossense vai ser publicada em 28 de fevereiro. O nome será escolhido pela equipe NEC a partir de feitos históricos e também de realizações pontuais no decorrer do mês em questão. A tendência é que o personagem a seguir seja de outra área que não o futebol, já que o objetivo é valorizar todos os esportes.

*Esta reportagem especial foi produzida pelos jornalistas Emmanuel Fornazari e Lucas Matos, do NEC, em parceria com os fotógrafos Peterson Strack (professor) e Junior Leônidas (coordenador), além de Ariane de Paula, Amanda Antunes e Xico de Oliveira, formados pelo curso de fotografia do Centro Europeu.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/5537/Dois-anos-dois-titulos-e-a-revolucao-alvinegra-Gersinho-e-o-Destaque-NEC" data-text="Dois anos, dois títulos, e a revolução alvinegra; Gersinho é o Destaque NEC">
PublicidadeNEC