Operário se aproxima do torcedor para alavancar programa de sócios

Diretor trabalha ao lado da torcida para atender demandas pontuais

Operário se aproxima do torcedor para alavancar programa de sócios

Relação de proximidade traz benefícios diretos ao clube e ao sócio-torcedor - Foto: José Tramontin/OFEC

O programa de sócio-torcedor do Operário Ferroviário segue crescente. Segundo o último dado revelado pela diretoria do clube, o Sócio Fantasma da Vila já ultrapassou os 3.800 cadastrados, quebrando as metas do grupo gestor para o Estadual.

 

Impulsionado pelo título nacional da Série D e a reformulação que tornou o plano mais atrativo, o programa tem outra arma fundamental na captação de novos associados: a proximidade com o torcedor.

 

Desde a reformulação em outubro de 2017, o Fantasma tem usado estratégias para deixar o torcedor mais próximo do clube. Seja nas redes sociais, com mais postagens e páginas exclusivas para o programa, nas ações que beneficiam os sócios ou no contato direto com a diretoria do programa.

 

Responsável por coordenar o programa, Joélcio de Miranda explica que essa aproximação é essencial para tornar o programa mais atrativo. “Eles [torcedores] são meus clientes. Como eu vou conseguir atender a necessidade do meu cliente se eu não estou próximo dele? Então eu preciso estar no dia-a-dia: vendo qual é a necessidade, respondendo as dúvidas que eles têm”, exemplifica.

 

Essa troca de informações com a torcida vem se refletindo em mudanças. Elas vão desde os produtos vendidos na Loja do Fantasma até melhoras nos dias de jogos do Operário, como a instalação de carrinhos de bar e lanche. A mais recente resultou na produção de uma camisa de jogo exclusiva para os sócios-torcedores, incluindo os patrocínios em preto e branco. O modelo foi sugerido por um torcedor em um grupo de WhatsApp.


Joélcio afirma que a melhor relação entre clube e torcedores traz benefícios a ambos. “É bom pra torcida, que vai usar um produto que ela realmente queria consumir; é bom pra loja, que vai vender e ter receita. Ou seja, vai ajudar o Operário a pagar despesas”, resume.

Compartilhe essa notícia com seus amigos!