PublicidadeNEC

Operário massacra o Cascavel e conquista a Divisão de Acesso

Fantasma dá show no Germano Krüger e fatura o título

Por: Felipe Gustavo em 17/05/2018 01:12:50 atualizado em 05/12/2018 18:06:00

Operário massacra o Cascavel e conquista a Divisão de Acesso
Batatinha marcou três e terminou o Acesso como artilheiro - Foto: José Tramontin/OFEC

O Operário Ferroviário faturou nesta quarta (16) a Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. O Fantasma comemorou a conquista ao lado da torcida no Germano Krüger após golear por 7 a 0 o Cascavel CR - equipe que também assegurou o acesso à elite do estado.

Essa foi a quarta taça levantada pelo clube nos últimos quatro anos. Os alvinegros também ergueram o Paranaense em 2015, a Taça FPF em 2016 e a Série D do Brasileiro na temporada passada.

De quebra, o título da Segundona veio de forma invicta. A equipe comandada por Gerson Gusmão acumulou 15 vitórias e dois empates. O ataque marcou 50 gols e a defesa sofreu somente nove.

1 º tempo

Mesmo com a vantagem do empate e com um time mesclado, o Operário foi para cima do adversário. Logo aos cinco minutos, após cobrança de escanteio, Alisson teve a primeira oportunidade da partida, mas a arbitragem paralisou o lance marcando irregularidade do ataque.

O lance era um aviso do que estava por vir. Dez minutos mais tarde, a falta foi alçada na área e a bola ficou presa dentro da pequena área. Num legítimo bate e rebate, mais uma vez surgiu o zagueiro Alisson, que tocou de leve para o fundo do gol, fazendo a alegria em Vila Oficinas.

Capitão do Fantasma na noite, Alisson estava imparável. Aos 25, ele deu um chutão para longe. Ninguém contava que a bola sobraria nos pés de Dione. O camisa 10 cruzou e Lucas Batatinha apareceu de carrinho para ampliar.

O técnico Luiz Carlos Cruz então sacou Roger e colocou o meia Linik. Mas não deu nem tempo de respirar. Lucas Batatinha foi lançado em profundidade, ganhou da marcação na velocidade, driblou o goleiro e só finalizou para marcar o terceiro em menos de 30 minutos.

A situação ficou ainda pior para o Cascavel CR quando o meia Diego recebeu o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo. Se com 11 em campo já estava complicado, com um a menos o cenário se tornou desastroso. Envolvido pelo Operário, o time do oeste sofreu o quarto aos 45 minutos. Mais uma vez Lucas Batatinha balançou a rede e chegou à artilharia da competição com oito gols.

2º tempo

A etapa complementar começou com a taça praticamente definida. Ainda nos minutos iniciais, Gersinho colocou Anderson Paraíba na vaga de Batatinha, que saiu ovacionado. Com fôlego renovado, os donos da casa permaneciam na pressão. Em chutes de longa distância, Serginho Paulista, Dione e Pedrinho quase ampliaram a vantagem.

Na segunda mudança, o comandante alvinegro optou por preservar o lateral direito Léo, que deve enfrentar o Cuiabá (MT) no final de semana. Ele deu lugar a Danilo Baia.

Um dos poucos lances de perigo do Cascavel CR veio aos 20 minutos. Rone foi lançado no meio da defesa, mas viu o goleiro Simão fechar o ângulo e praticar boa defesa. Na jogada seguinte, a Serpente sofreu o quinto. Erick cabeceou na trave e, no rebote, ele mesmo mandou para o gol.

Não demorou para o sexto sair. Pedrinho recebeu o cruzamento e mandou de primeira, sem chances para o goleiro. Antes do encerramento, Gersinho fez a última alteração: o capitão Chicão entrou na vaga de Erick.

Ainda restou tempo para Dione fazer o sétimo em Vila Oficinas. Além disso, Chicão, aos 40 minutos, desperdiçou um pênalti para o Operário. Enéias fez a defesa para evitar uma goleada ainda maior.

Próximo jogo

Sem mais compromissos nos meios de semana, o Operário tem pela frente uma longa viagem na Série C do Campeonato Brasileiro. A delegação alvinegra vai até Cuiabá (MT), onde enfrenta os donos da casa pela sexta rodada. O duelo está agendado para este sábado (19), a partir das 17h, na Arena Pantanal.

FICHA TÉCNICA

Operário: Simão; Léo (Danilo Baia), Alisson, Tiago Alencar e Raphael Soares; Serginho Paulista, Erick (Chicão), Pedrinho e Dione; Gil Paraíba e Lucas Batatinha (Anderson Paraíba). Técnico: Gerson Gusmão

Cascavel CR: Enéias; Lapa (Daniel), Rodrigão, Cristiano e Roger (Linik); Jackson, Gilberto, Diego, Adriano e Rone; Louback (Dito). Técnico: Luiz Carlos Cruz

Data/Horário: 16/05/2018 (quarta-feira), às 20h15

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa]

Público total: 5.063 torcedores

Árbitro: Marcelo Sales Corrêa

Assistentes: Sandra Maria Dawies e Marco Aurélio dos Santos

https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/6117/Operario-massacra-o-Cascavel-e-conquista-a-Segundona" data-text="Operário massacra o Cascavel e conquista a Divisão de Acesso">
PublicidadeNEC