PublicidadeNEC

Operário não sofria goleadas há mais de duas temporadas

Placar elástico nunca havia ocorrido sob o comando de Gersinho

Por: Felipe Gustavo em 19/05/2018 23:01:05 atualizado em 11/11/2018 11:30:16

Operário não sofria goleadas há mais de duas temporadas
Gersinho ainda não sabia o que era sofrer goleada - Foto: Arquivo/José Tramontin/OFEC
A torcida do Operário Ferroviário há muito tempo não sabia o que era o desgosto de sofrer uma goleada. Mais precisamente há 2 anos, 2 meses e 19 dias. Essa sequência acabou neste sábado, quando o Fantasma foi derrotado por 4 a 0 para o Cuiabá (MT), na Arena Pantanal, pela Série C do Campeonato Brasileiro.

A última derrota sofrida por quatro gols de diferença havia sido no dia 28 de fevereiro de 2016. Inclusive, ela ficou marcada por um episódio pitoresco. Em Paranaguá, a equipe foi derrotada por 5 a 1 para o Rio Branco pelo Campeonato Paranaense. Naquele dia, a delegação chegou atrasada ao estádio e veio dividida em vários táxis.

A explicação dada foi que o medo do surto de dengue fez o clube ficar hospedado em Curitiba. Porém, o time acabou preso em um engarrafamento na BR-277 e precisou optar por um meio alternativo para chegar ao local da partida. Os jogadores até chegaram, mas o desempenho foi abaixo de qualquer expectativa. Na época, o Operário era comandado ainda por Claudemir Sturion.

Uma semana antes, o Fantasma já havia perdido para o Coritiba por 4 a 0 no Couto Pereira. Não teve jeito. O campeonato terminou com o rebaixamento da equipe no Estadual.

Gersinho ainda não sabia o que era ser goleado no comando do clube. A pior derrota dele foi o 2 a 0 sofrido para o Paysandú no jogo de volta da Copa do Brasil, coincidentemente também em 2016.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/6134/Operario-nao-sofria-goleadas-ha-mais-de-duas-temporadas" data-text="Operário não sofria goleadas há mais de duas temporadas">
PublicidadeNEC