PublicidadeNEC

Vinícius é afastado por lesão e OFEC admite que assumiu risco

Atacante do Fantasma vinha de cirurgia no ano passado

Por: Felipe Gustavo em 20/06/2018 10:44:15 atualizado em 19/11/2018 00:51:12

Vinícius é afastado por lesão e OFEC admite que assumiu risco
Vinícius foi apresentado em abril pelo Fantasma - Foto: José Tramontin/OFEC
Contratado no início de abril para a Série C do Campeonato Brasileiro, o atacante Vinícius entrou na lista do departamento médico do Operário Ferroviário. O jogador vinha de uma cirurgia realizada no ano passado e a direção do Fantasma assumiu o risco durante o processo de contratação.

"No ano passado, o Vinícius fez uma cirurgia de hérnia nas costas. Foi um procedimento que não teve dano nenhum, mas infelizmente o antigo clube não fez o tratamento adequado. O nosso médico, José Augusto Bach, comunicou a nós que talvez ele sentisse e, na última semana, ele sentiu", detalhou o diretor de futebol, Carlinhos Albuquerque.

No período de dois meses, Vinícius atuou cinco vezes com a camisa do Operário - sendo apenas uma delas como titular. O centroavante acumulou 144 minutos em campo e não agradou ao torcedor. "Ele [Vinícius] foi muito prejudicado, pois alguns movimentos ainda não consegue fazer", explicou o técnico Gerson Gusmão.

Com passagens marcantes pelo futebol paranaense, principalmente no Arapongas, o atacante passará por fisioterapia em Vila Oficinas até a recuperação plena. Ainda não há previsão oficial de retorno aos gramados.

"Não fomos pegos de surpresa, pois sabíamos que poderia acontecer. O Operário não vai deixar o atleta em más condições. Vamos fazer um trabalho específico. Não só voltado ao profissional, mas também ao homem. Vamos fazer de tudo para que ele volte a ser o goleador que foi. Queremos deixar claro que não houve negligência de ninguém. São coisas do futebol", concluiu Carlinhos.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/6291/Vinicius-e-afastado-por-lesao-e-OFEC-admite-que-assumiu-risco" data-text="Vinícius é afastado por lesão e OFEC admite que assumiu risco">
PublicidadeNEC