PublicidadeNEC

Operário vence o Ypiranga (RS) e emenda quinto jogo sem derrota

Fantasma fica próximo da classificação para a segunda fase

Por: Felipe Gustavo em 24/06/2018 20:41:47 atualizado em 14/11/2018 07:50:20

Operário vence o Ypiranga (RS) e emenda quinto jogo sem derrota
Lucas Batatinha marcou o primeiro do Fantasma no GK - Foto: José Tramontin/OFEC

O Operário Ferroviário está cada vez mais perto da classificação para a segunda fase da Série C do Campeonato Brasileiro. O Fantasma venceu o Ypiranga (RS) por 2 a 1 no Germano Krüger e abriu, neste domingo (24), nove pontos de diferença para o quinto colocado do Grupo B - o Tombense (MG).

Com 23 pontos, o Alvinegro ocupa a vice-liderança da chave. São sete vitórias, dois empates e duas derrotas. Restam 21 pontos em disputa e, na próxima rodada, a equipe comandado por Gerson Gusmão atua novamente em casa. O Fantasma encara o Tupi (MG) no domingo (1º), às 15h30.

1º tempo

Com Bruno Batata como novidade no ataque, o Operário Ferroviário passou os 15 minutos iniciais com mais posse de bola, mas sofrendo com o contra-ataque adversário. Cleuton, em tentativa de cabeça, e Maicon, em bola que explodiu no zagueiro Sosa, quase abriram o placar para os visitantes.

A primeira chegada alvinegra foi quase mortal. Aos 17 minutos, Simão lançou Robinho no campo de ataque, o meia rolou para Cleyton, que viu o goleiro Rodrigo defender a finalização e jogar para escanteio.

A oportunidade animou o Fantasma. Aos 26, Cleyton tabelou com Lucas Batatinha e sofreu falta na entrada da área. Na batida, o próprio Cleyton acertou o travessão do time gaúcho.

No lance seguinte, com participação de todo o setor ofensivo, Lucas Batatinha recebeu de costas para o gol e reclamou de pênalti ao ser derrubado na grande área. A arbitragem nada marcou.

Com o duelo aberto, o Ypiranga criou a melhor chance do primeiro tempo aos 45 minutos. Rennan passou com liberdade pela esquerda e cruzou para Jean Silva, que bateu de primeira e viu Simão fazer a defesa. No rebote, o próprio Jean Silva limpou a marcação e bateu rasteiro. Mesmo caindo no contrapé, o goleiro do Fantasma conseguiu fazer mais uma intervenção fundamental com a perna esquerda.

2º tempo

O Ypiranga voltou com Tarik na vaga do atacante Cleuton. O volante entrou para marcar individualmente o meia Cleyton, do Operário. Mas foi justamente dos pés de Cleyton que surgiu a construção do primeiro gol do Operário.

Aos 3 minutos, Lucas Batatinha recebeu no meio da área e girou batendo forte. O goleiro Rodrigo até tocou na bola, mas ela morreu nas redes do Germano Krüger.

O problema para o Fantasma é que a resposta do rival foi rápida. Aos 6 minuto, o Ypiranga encontrou novamente espaço pelo lado direito de ataque. No cruzamento rasteiro, Helinho dividiu com a marcação e acertou o canto oposto de Simão.

Sem efetividade no ataque, o técnico Gerson Gusmão colocou aos 25 minutos o atacante Quirino na vaga do meia Robinho. Do outro lado, Márcio Nunes foi obrigado a tirar o lesionado Maicon. Gian ocupou a vaga na lateral direita.

Aos 28, o mesmo Gian cobrou falta de longe e Simão espalmou no canto. Logo na sequência, os treinadores voltaram a mexer. No Operário, Anderson Paraíba entrou no lugar de Lucas Batatinha; enquanto Geraldino ocupou a vaga de Everton.

Apesar das mudanças ofensivas, o gol da vitória alvinegra saiu dos pés de um volante. Índio tirou o marcador pelo lado esquerdo, avançou até a grande área e bateu forte, levando o torcedor ao delírio em Vila Oficinas.

A última mudança dos donos da casa foi a saída de Cleyton para a entrada de Gil Paraíba. Em desvantagem, os gaúchos partiram para cima. Tarik teve oportunidade aos 44 minutos, mas jogou pela linha de fundo.

Ainda sobrou tempo para o zagueiro Saimon, do Ypiranga, receber o segundo amarelo e ser expulso nos acréscimos.

FICHA TÉCNICA

Operário: Simão; Léo, Alisson, Sosa e Peixoto; Chicão, Índio, Robinho (Quirino) e Cleyton (Gil Paraíba); Lucas Batatinha (Anderson Paraíba) e Bruno Batata. Técnico: Gerson Gusmão

Ypiranga: Rodrigo; Maicon (Gian), Saimon, Claudinho e Rennan; Everton (Geraldino), Fidélis e Rafinha; Jean Silva, Helinho e Cleuton (Tarik). Técnico: Márcio Nunes

Data/Horário: 24/06/18 (Domingo), às 15h30

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR)

Árbitro: Ricarle Gustavo Gonçalves Batista (BA)

Assistentes: Jucimar dos Santos Dias (BA) e Marcos Welb Rocha de Amorim (BA)
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/6310/Operario-vence-o-Ypiranga-RS-e-emenda-quinto-jogo-sem-derrota" data-text="Operário vence o Ypiranga (RS) e emenda quinto jogo sem derrota ">
PublicidadeNEC