PublicidadeNEC

Gersinho reclama de arbitragem: "é penâlti se matar um e olhe lá"

Técnico do Operário reclama de pênalti não marcado

Por: Felipe Gustavo em 05/08/2018 21:11:39 atualizado em 15/11/2018 05:36:19

Gersinho reclama de arbitragem:
Gersinho "cutucou" a arbitragem após empate - Foto: Arquivo/José Tramontin/OFEC
Logo após o apito final do empate em 1 a 1 com o Bragantino, o técnico do Operário Ferroviário, Gerson Gusmão, foi incisivo na reclamação com a arbitragem em Vila Oficinas. A bronca foi por conta de um pênalti não marcado sobre o atacante Bruno Batata, aos 10 minutos do segundo tempo, quando o Fantasma ainda vencia por 1 a 0.

Na jogada, Bruno Batata recebe livre, conduz a bola até a entrada da área e cai com a chegada da marcação. O árbitro Dyorgines José Padovani de Andrade, do Espírito Santo, não marcou nada e ainda puniu o centroavante com o cartão amarelo por simulação. Batata fica pendurado para a sequência da Série C.

Em entrevista coletiva, Gersinho usou o número de pênaltis dos adversários diretos para comparar com a situação do Operário. "O Cuiabá tem seis, sete pênaltis no campeonato, o Botafogo também. O nosso é só se matar alguém dentro da área e olhe lá ainda", ironizou o treinador.

Para Gersinho, a jogada muda a configuração da partida. "É um lance crucial e que muda a história do jogo", reforçou. Além disso, o comandante alvinegro lembrou que o árbitro capixaba já esteve em outro compromisso da equipe e que a atuação foi bem diferente.

"Ele [Dyorgines de Andrade] havia apitado o jogo contra o Maranhão lá em São Luís [pela Série D] e tinha ido bem. Hoje foi irreconhecível", finalizou Gersinho.
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/6507/Gersinho-reclama-de-arbitragem-so-e-penalti-se-matar-um-e-olhe-la" data-text="Gersinho reclama de arbitragem: "é penâlti se matar um e olhe lá"">
PublicidadeNEC