PublicidadeNEC

Mesmo com expulsão, Operário traz empate do 1º jogo com o Bragantino

Fantasma segura o rival fora de casa e decide vaga no Germano Krüger

Por: ‎Emmanuel Fornazari em 01/09/2018 20:55:13 atualizado em 16/12/2018 20:17:43

Mesmo com expulsão, Operário traz empate do 1º jogo com o Bragantino
Partida de volta vai ser no Germano Krüger no domingo (09) - Foto: José Tramontin/Arquivo Operário
O Operário Ferroviário conquistou um empate diante do Bragantino, fora de casa, pelo primeiro jogo da semifinal do Campeonato Brasileiro da Série C. Com o acesso garantido, o Fantasma agora decide em casa a vaga na final da competição.

Primeiro tempo

Com bom posicionamento defensivo, o Operário combatia as tentativas de criação de jogadas do Bragantino. Robinho e Lucas Batatinha eram os atletas mais efetivos no ataque alvinegro. 

A primeira boa chance do jogo aconteceu aos 10 minutos, quando Marquinhos perdeu a chance de abrir o placar para o Massa Bruta, após cobrança de falta. O Bragantino assustou novamente em chute de Matheus Peixoto, que acertou a trave, aos 22.

Chicão tomou cartão amarelo duvidoso após falta em Magno. A advertência iria pesar na segunda etapa contra o capitão alvinegro. Sosa também foi advertido nos primeiros 45 minutos da partida, que terminou empatada em 0 a 0.

Segundo tempo

O Operário voltou diferente para a etapa final, com Quirino no lugar de Lucas Batatinha. Os 10 primeiros minutos foram truncados, com pouca criação para ambas as equipes. O cenário complicou para o Fantasma aos 11, quando Chicão foi expulso.

O camisa 5 parou o atleta do Bragantino com falta e a arbitragem entendeu que Chicão usou a perna direita com força desproporcional. Com a expulsão, o técnico Gerson Gusmão reposicionou a equipe, sem alterações, deixando apenas Bruno Batata mais avançado.

Marquinhos era o jogador mais incisivo do Bragantino, enquanto Simão subia soberano na área para interceptar cruzamentos. Aos 35 minutos, Bruno Batata deixou o campo para a entrada do volante Serginho Paulista, no Operário.

Quase no fim do jogo, Léo Jaime recebeu dentro da área, bateu de perna direita, mas o goleiro Simão caiu no canto certo e segurou firme. Neste momento, o atacante Dione já estava em campo para o Operário, ao entrar no lugar de Cleyton, mas não teve chances.

A arbitragem deu sete minutos de acréscimo por conta de um atendimento médico a um torcedor, que paralisou a partida no meio da segunda etapa. Mesmo assim, nenhuma das equipes criou oportunidades reais para marcar e o jogo ficou mesmo sem bola na rede.

Partida de volta

Operário e Bragantino voltam a campo no próximo domingo (09), às 15h30, no Estádio Germano Krüger. Novo empate, mesmo com gols, leva a disputa para os pênaltis. Quem vencer avança à final para enfrentar Botafogo (SP) ou Cuiabá.

Ingressos

A diretoria do Operário já abriu a venda de ingressos para o jogo contra os paulistas. Até sexta-feira (07), as entradas custam R$ 100 a inteira e R$ 50 a meia-entrada. No sábado e domingo, os bilhetes sobem para R$ 120 e R$ 60, respectivamente. 

FICHA TÉCNICA: BRAGANTINO 0 X 0 OPERÁRIO

Bragantino: Alex; Buiu, Lazaro, Junior Goiano e Fabiano (Leo Jaime); Adenilson, Magno, Rafael Chorão e Danilo Bueno (Fernandinho); Matheus Peixoto (Gustavo) e Marquinhos. Técnico: Marcelo Veiga.

Operário: Simão; Léo, Alisson, Sosa e Peixoto; Chicão (expulso), Erick, Robinho, Cleyton (Dione) e Lucas Batatinha (Quirino); Bruno Batata (Serginho Paulista). Técnico: Gerson Gusmão.

Arbitragem: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa e Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG).
Data/Local: 01/09/2018, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
https://www.netesporteclube.com.br/artigo/Operario/6668/Mesmo-com-expulsao-Operario-conquista-empate-contra-o-Bragantino-no-1o-jogo" data-text="Mesmo com expulsão, Operário traz empate do 1º jogo com o Bragantino">
PublicidadeNEC